quinta-feira, 09 de fevereiro de 2023

Sessões Plenárias:
Terças e quintas-feiras: 15h (a partir de 20 de fevereiro de 2023)

Horário de atendimento
Segunda a sexta-feira: 07:30 às 13:30

Telefone: (55) 3220-7200
E-mail: assessoriapresidencia@camara-sm.rs.gov.br
02/12/2021 08:12
Projeto de Lei nº 9327/2021

Projeto de Lei nº 9327/2021
INSTITUI O PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA CRIATIVA DE SANTA MARIA - CRIA SANTA MARIA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
 

Art. 1º Fica instituído o Programa de Desenvolvimento da Economia Criativa de Santa Maria - Cria Santa Maria, no âmbito do Município de Santa Maria.
Parágrafo único. Para efeitos desta Lei, economia criativa é o conjunto de atividades e negócios, baseados no capital intelectual e criativo, que gera valor econômico.
 
Art. 2º São setores da Economia Criativa os definidos pela Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento - UNCTAD e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD.
I - artes cênicas;
II - música;
III - artes visuais;
IV - literatura e mercado editorial;
V - audiovisual;
VI - animação;
VII - games;
VIII - software aplicado à economia criativa;
IX - publicidade;
X - rádio;
XI - televisão;
XII - moda;
XIII - arquitetura;
XIV - design;
XV - gastronomia;
XVI - cultura popular;
XVII - artesanato;
XVIII - entretenimento;
XIX - eventos e turismo cultural; e
XX - demais segmentos cujo processo produtivo seja baseado na imaginação, criatividade, na habilidade e no talento dos profissionais envolvidos.
 
Art. 3º Constituem diretrizes do Programa Cria Santa Maria:
I - consolidar a Economia Criativa como eixo estratégico da política de desenvolvimento de Santa Maria;
II - formular e implementar políticas específicas para os setores da Economia Criativa;
III - promover a institucionalização de políticas públicas voltadas à Economia Criativa;
IV - ampliar os recursos financeiros para os setores da Economia Criativa;
V - ampliar o acesso aos recursos financeiros dos agentes da Economia Criativa do Município;
VI - estimular a criação e o incremento de polos e ambientes de inovação e criatividade no Município;
VII - fortalecer a marca do Município de Santa Maria como polo criativo no Estado e no País, na América do Sul e no Mercosul;
VIII - fortalecer todos os ciclos dessas cadeias produtivas;
IX - fomentar o desenvolvimento de empreendimentos criativos;
X - estimular a excelência dos agentes envolvidos na Economia Criativa;
XI - incentivar a produção e a difusão de conhecimento sobre a Economia Criativa;
XII - incentivar a produção comercial e a cooperação nacional e internacional da produção criativa de Santa Maria.
 
Art. 4º Constituem ações do Programa Cria Santa Maria:
I - articulação das políticas públicas de cultura com as políticas de desenvolvimento do Município, do Estado e do País;
II - articulação das políticas públicas de cultura com as de desenvolvimento econômico, trabalho e renda, patrimônio histórico e planejamento urbano, relação e cooperação estadual, nacional e internacional, ciência e tecnologia, turismo, educação e meio ambiente;
III - ampliação do potencial da Economia Criativa para a geração de emprego e renda no Município;
IV - criação de mecanismos para a consolidação da Economia Criativa tendo como parâmetros o empreendedorismo, a colaboração e a inovação;
V - estímulo à utilização e ao desenvolvimento de novas tecnologias e novos modelos de negócios;
VI - reforço do papel da cultura no planejamento e na gestão sustentável da cidade para que sejam mais justas, conscientes, inclusivas e criativas;
VII - articulação das políticas de preservação patrimonial e ambiental com as políticas de Economia Criativa;
VIII - elaboração de planos, programas, projetos e ações de desenvolvimento desses setores, com a participação dos agentes de todo o Município, contemplando os diferentes elos das cadeias produtivas;
IX - estímulo ao intercâmbio e à colaboração entre esses diferentes setores;
X - promoção do debate entre a administração pública, profissionais dos setores da Economia Criativa sobre ausência ou a necessidade de alteração, revisão e criação de direitos tributários, previdenciários, trabalhistas e de propriedade intelectual, considerando as especificidades e necessidades desses segmentos;
XI - proposição, articulação, estímulo e divulgação de linhas de financiamento, fundos de investimento e outros mecanismos de fomento, com vista à ampliação do acesso de empreendimentos e empreendedores a essas fontes, viabilizando o fortalecimento de suas cadeias produtivas;
XII - elaboração e incentivo a mecanismos de descentralização de recursos destinados a empreendimentos e empreendedores do Município e entre os diversos setores da Economia Criativa;
XIII - articulação junto às instituições financeiras para a elaboração de estudos de risco sobre os mercados criativos locais com a finalidade de subsidiar políticas de financiamento e investimento específicas para esses setores criativos;
XIV - investimento na qualificação de agentes da Economia Criativa, inclusive habilitando-os a melhorar a concepção, o planejamento, a captação de recursos e a gestão de seus empreendimentos;
XV - promoção do empreendedorismo criativo nos territórios, considerando os índices de violência e criminalidade e os critérios do RS Seguro entre outros;
XVI - identificação e desenvolvimento de territórios criativos com o objetivo de gerar e potencializar empreendimentos e arranjos produtivos locais, promovendo as diferentes vocações do Município;
XVII - incentivo ao turismo cultural, buscando integrar ações governamentais e privadas na promoção da cidade como destino turístico, observando estratégias de preservação patrimonial e ambiental com ações de fortalecimento local;
XVIII - fomento dos circuitos locais e regionais de bens e serviços;
XIX - estímulo ao fortalecimento de um calendário anual de eventos, encontros e seminários no Município, a fim de favorecer a articulação entre essas produções, a difusão de conhecimentos, a geração e negócios e a promoção dos setores criativos;
XX - divulgação de bens e serviços do Município em eventos regionais, nacionais e internacionais;
XXI - estímulo à diversidade cultural como fator de diferenciação e incremento do valor agregado de produtos e serviços, promovendo as vocações e fortalecendo as identidades culturais do Município;
XXII - implementação de ações para estimular e desenvolver os ciclos de distribuição e consumo resultantes dos processos criativos;
XXIII - fortalecimento de incubadoras, aceleradoras e centros de pesquisa e tecnologia do campo da Economia Criativa;
XXIV - ampliação das experiências de qualificação na área de gestão e da geração de negócios e Conhecimento a fim de consolidar micro, pequenos e médios empreendimentos;
XXV - fomento das atividades que visem à originalidade e à inovação como fator de diferenciação e competitividade nos mercados estaduais, nacionais e internacionais;
XXVI - promoção da qualificação profissional, em parceria com instituições públicas e privadas, estimulando a capacitação de profissionais para a gestão de empreendimentos com vista à ampliação da oferta de bens e serviços desses segmentos;
XXVII - incentivo à formação e à promoção de redes, coletivos e cooperativas;
XXVIII - promoção da inovação aberta e de intercâmbios de conhecimentos para as competências criativas;
XXIX - capacitação de gestores públicos em políticas para o desenvolvimento da Economia Criativa;
XXX - estímulo, produção, sistematização e divulgação de estudos e pesquisas sobre os setores da Economia Criativa e sua participação nos processos econômicos, culturais e sociais do Município e do Estado;
XXXI - estímulo à utilização de instrumentos de mapeamento, pesquisa, documentação e à difusão da produção dos setores criativos por parte de seus principais agentes; e
XXXII - viabilização, por meio de instituições de fomento, do financiamento de pesquisas voltadas para esse campo.
 
Art. 5º O Programa Cria Santa Maria será coordenado por um Comitê Gestor.
 
Art. 6º Compete ao Comitê Gestor prestar assessoramento às atividades do Programa, para que se configure um espaço democrático, intersetorial e propositivo, contribuindo para o alcance dos seus objetivos.
 
Art. 7º O Comitê Gestor do Programa Cria Santa Maria será regulamentado por Decreto Executivo.
 
Art. 8º Poderão ser convidados para as reuniões do Comitê Gestor membros de outras entidades, instituições e órgãos técnicos municipais, estaduais ou federais ou consultores externos, de acordo com as suas deliberações.
 
Art. 9º O Comitê Gestor contará com uma Secretaria Executiva, com as seguintes atribuições:
I - desenvolver as atividades administrativas demandadas pelo Programa;
II - elaborar o plano anual do Programa com base nas proposições do Comitê Gestor;
III - redigir o relatório anual de atividades do Programa; e
IV - apoiar o Comitê Gestor.
 
Art. 10. Poderão ser constituídas Comissões Técnicas - CT, temporárias ou
permanentes, compostas por representantes dos setores da Economia Criativa, com objetivo de instrumentalizar as ações do Programa, na consolidação de parcerias e formulação de estratégias.
 
Art. 11. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
 
 
 
 
JUSTIFICATIVA AO PROJETO DE LEI Nº ____/EXECUTIVO, QUE:
 
Institui o Programa de Desenvolvimento da Economia Criativa de Santa Maria - Cria Santa Maria e dá outras providências.
 
Senhor Presidente,
Senhores Vereadores:
 
Considerando que a Economia Criativa compreende atividades produtivas cujo processo principal consiste em um ato criativo gerador de valor simbólico e de ativos intangíveis, revertidos em produção de riqueza cultural e econômica.
Considerando o novo cenário mundial, onde a produção intelectual, criativa e intangível adquire cada vez maior relevância.
Considerando a expressiva e histórica vocação de Santa Maria como polo regional e estadual da Economia Criativa e seu potencial para o desenvolvimento socioeconômico.
Considerando os princípios norteadores do desenvolvimento de políticas públicas culturais no campo da Economia Criativa: a valorização, a proteção e a promoção da diversidade das expressões culturais locais; a garantia da sustentabilidade social, cultural, ambiental e econômica para as gerações futuras e a inclusão social.
Considerando a estratégia intensiva de diversas cidades e países no mundo de atração de talentos, por meio da criação de ambientes férteis onde a Economia Criativa possa florescer.
Considerando a importância do alinhamento com as diretrizes e ações constantes tanto no Plano Nacional de Economia Criativa da Secretaria Especial da Cultura, como no Programa RS Criativo, da Secretaria de Cultura do Rio Grande do Sul.
O presente Projeto de Lei tem o objetivo definir a economia criativa em processos que envolvam criação, produção e distribuição de produtos e serviços, usando o conhecimento, a criatividade e o capital intelectual como principais recursos produtivos.
Segundo dados de pesquisas recentes, a participação do PIB Criativo estimado no PIB brasileiro foi de 2,61% em 2017. Para cada emprego gerado na Economia Criativa, há quatro empregos gerados em atividades relacionadas. Segundo a UNESCO, em 2013 o setor criativo gerou US $ 2,3 trilhões (3% do PIB mundial) e 29,5 milhões de empregos (1% da população ativa mundial). Indicadores de emprego na economia criativa no RS (2006-2017), do Departamento de Economia e Estatística, dão conta de que 4% do PIB gaúcho vem da economia criativa, com mais de 27 mil empreendimentos e 130 mil postos de Trabalho, à frente das indústrias automobilística e calçadista.
Incentivar a Economia Criativa é de vital importância no cenário do desenvolvimento econômico, social e cultural no Município de Santa Maria.
Deste modo, considerando o franco desenvolvimento desse novo setor da economia, precisamos potencializar a criatividade, o empreendedorismo de inovação e geração de riqueza, tanto em âmbito cultural, econômica e social.
Na certeza de contarmos com a compreensão dos nobres Edis, aguardamos análise e posterior aprovação para a matéria proposta.

Santa Maria, 24 de novembro de 2021.
 
 
 

Jorge Cladistone Pozzobom

Prefeito Municipal

 
 
 
Criado em: 02/12/2021 08:44:40 por: Clara da Silva Seidel Alterado em: 02/12/2021 08:54:12 por: Clara da Silva Seidel

OBS: As normas e informações complementares, publicadas neste site, tem caráter apenas informativo, podendo conter erros de digitação. Os textos originais, revestidos da legalidade jurídica, encontram-se à disposição na Câmara Municipal de Santa Maria/RS.

Compartilhe:

Links Úteis

Dúvidas, reclamação ou sugestão?

Entre em contato!