quinta-feira, 09 de fevereiro de 2023

Sessões Plenárias:
Terças e quintas-feiras: 15h (a partir de 20 de fevereiro de 2023)

Horário de atendimento
Segunda a sexta-feira: 07:30 às 13:30

Telefone: (55) 3220-7200
E-mail: assessoriapresidencia@camara-sm.rs.gov.br
10/05/2022 16:05
Projeto de Lei nº 9408/2022

Projeto de Lei nº 9408/2022
DENOMINA OFICIALMENTE DE RUA NISE DA SILVEIRA, A RUA I, LOCALIZADA NO LOTEAMENTO MONTE BELLO V.
 

Art. 1 – Fica denominada de Rua Nise da Silveira a Rua I do Loteamento Monte Bello V.
 
Art. 2-  A Rua I tem início na Rua A e término na Rua G, no Loteamento Monte Bello V.
 
Art. 3- Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Justificativa
 
Conforme rege o Art. 66 inciso XVII da Lei Orgânica do Município, venho apresentar este projeto por solicitação de moradores da referida rua que ainda não possui denominação oficial.
A escolha pelo nome da médica Nise da Silveira se deu em razão de sua trajetória, que revolucionou a maneira de tratar as pessoas com transtornos mentais, utilizando técnicas artísticas – pintura e desenho – como terapia, o pioneirismo em pesquisa das relações emocionais entre pacientes e animais, e defendendo o fim de tratamentos tradicionais, como o eletrochoque, o uso de drogas e o confinamento clínico.
Nascida em Maceió, Alagoas, em 15 de fevereiro de 1905, Nise ingressou na Faculdade de Medicina de Salvador, em 1921, sendo a única mulher de sua turma, bem como, uma das primeiras médicas do Brasil. Em 1933 passou num concurso público para o “Serviço de Assistência a Psicopatas e Profilaxia Mental” no Hospital Pedro II no Rio de Janeiro.  Por discordar dos tratamentos tradicionais foi transferida para a Seção de Terapia Ocupacional, que se resumia a tarefas de limpeza e manutenção do hospital – retratados no filme Nise – O Coração da Loucura (2015) . Lá revolucionou o tratamento clínico dos pacientes ao criar ateliês de pintura e modelagem. As obras de seus “clientes” comprovaram as teorias de Jung sobre o inconsciente coletivo. No Rio de Janeiro, em 1952, fundou o Museu do Inconsciente para abrigar este acervo e, em 1956, a Casa das Palmeiras, um centro de reabilitação para pacientes egressos de hospitais psiquiátricos. Em 1961, foi chamada a Brasília pelo presidente Jânio Quadros para apresentação de um plano de desenvolvimento da terapêutica ocupacional nos hospitais psiquiátricos federais. Ganhou o prêmio Mérito da Ordem Cultural. Por reconhecimento à sua obra Nise da Silveira tem recebido condecorações, títulos e prêmios nas mais diferentes áreas do conhecimento: saúde, educação, arte, literatura etc. 
No dia 27 de abril do corrente ano o Senado federal aprovou a inscrição do nome da psiquiatra Nise da Silveira no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves.
Faleceu em 30 de outubro de 1999, aos 93 anos.
 
 
Criado em: 10/05/2022 15:57:08 por: Alexandre Marmett Pahim Alterado em: 10/05/2022 16:31:15 por: Clara da Silva Seidel

OBS: As normas e informações complementares, publicadas neste site, tem caráter apenas informativo, podendo conter erros de digitação. Os textos originais, revestidos da legalidade jurídica, encontram-se à disposição na Câmara Municipal de Santa Maria/RS.

Compartilhe:

Links Úteis

Dúvidas, reclamação ou sugestão?

Entre em contato!