PODER LEGISLATIVO DO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA

Câmara de Vereadores de Santa Maria - RS

Santa Maria, segunda-feira, 22 de julho de 2024

Câmara aprova Lei de Diretrizes Orçamentária Anual para 2025 e o congelamento dos subsídios dos vereadores, secretários municipais, prefeito e vice-prefeito


  • 09/07/2024
  • 165 visualizações
  • Sessão Ordinária
  • Criado por: Camila Porto Nascimento em 09/07/2024
Compartilhe:

Na tarde e noite desta terça-feira (09), a Câmara realizou Sessão Plenária Ordinária e Sessão Plenária Extraordinária. Nos expedientes, os edis aprovaram a Lei de Diretrizes para a Elaboração e Execução da Lei Orçamentária do Município de Santa Maria para o exercício de 2025 e a fixação dos subsídios dos vereadores, dos secretários municipais, do prefeito e do vice-prefeito. Além disso, os vereadores acataram duas matérias que regulamentam as posturas na Câmara durante o período eleitoral e constituíram uma comissão especial.

SESSÃO ORDINÁRIA: Em Sessão Plenária Ordinária, os vereadores aprovaram dois projetos de Resolução Legislativa, uma moção de congratulações e a formação de uma comissão especial. Abaixo, confira as proposições: 

- Projeto de Resolução Legislativa nº 12/2024: Dispõe sobre as regras aplicáveis aos agentes públicos vinculados e no âmbito da Câmara Municipal de Santa Maria nas eleições de 2024. Autoria: Mesa Diretora. 

- Projeto de Resolução Legislativa nº 13/2024: Dispõe sobre o horário da Sessão Plenária Ordinária Câmara Municipal de Vereadores de Santa Maria no período compreendido entre os dias 16 (dezesseis) de agosto de 2024 (dois mil e vinte e quatro) e 06 (seis) de outubro de 2024 (dois mil e vinte e quatro) e do expediente externo. No período, a Sessão  Plenária  Ordinária terá  início,  às 10h, nas terças-feiras e quintas-feiras, e o expediente externo, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30. 

- Constituição de Comissão Especial para analisar o Projeto de Emenda à Lei Orgânica que Altera a redação da alínea “a”, do inciso II, do §6º, do art. 115 da Lei Orgânica do Município, alterado pela Emenda à Lei Orgânica nº 34/2020. Conforme explicado pelo presidente da Casa, vereador Manoel Badke (União Brasil), o projeto de lei que será estudado, altera os prazos da Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO). Por indicação das bancadas parlamentares, a comissão ficou assim constituída: vereador Givago Ribeiro (PSDB), como presidente, vereador Tony Oliveira (Podemos), como vice-presidente, e vereador Pablo Pacheco (PP), como relator. 

- Envio de Moção de Congratulação pelos 35 anos de exercício do ofício de engraxate, no Centro da cidade, por Luciano Silva. Autor: vereador Valdir Oliveira (PT).

Ainda, passaram em primeira discussão, sete projetos, desses seis foram incluídos na Ordem do Dia a pedido dos parlamentares. São eles:

- Projeto de Lei nº 9795/2024: Fixa o subsídio dos (as) vereadores (as) da Câmara Municipal de Santa Maria para a Legislatura 2025/2028. Autoria: Mesa Diretora.

- Projeto de Lei nº 9804/2024: Fixa o subsídio dos (as) secretários (as) do Município de Santa Maria para o quadriênio 2025/2028. Autoria: Mesa Diretora.

- Projeto de Lei nº 9789/2024: Dispõe sobre as Diretrizes para a Elaboração e Execução da Lei Orçamentária do Município de Santa Maria para o exercício de 2025 e dá outras providências. Autoria: Poder Executivo.

- Projeto de Lei nº 9805/2024: Fixa o subsídio do (a) prefeito (a) e do (a) vice-prefeito(a) do Município de Santa Maria para o mandato 2025/2028. Autoria: Mesa Diretora. 

- Projeto de Lei nº 9785/2024: Estabelece incentivos fiscais aos empreendimentos inclusos no Programa Minha Casa, Minha Vida realizados no Município de Santa Maria e dá outras providências. Autoria: Poder Executivo. 

PROJETO DE LEI Nº 9791/2024: Concede isenção fiscal de IPTU aos proprietários de imóveis atingidos por catástrofes e desastres naturais e dá outras providências.  Autoria: vereador Alexandre Vargas (Republicanos). 

- Projeto de Lei nº 9799/2024: Institui o Programa de Combate aos Crimes de Pedofilia na Rede Pública de Ensino do Município de Santa Maria. Autoria: vereador Danclar Jesus Rossato (PSB). A matéria será apreciada na próxima sessão, marcada para a próxima quinta-feira (11). 

 

SESSÃO PLENÁRIA EXTRAORDINÁRIA

A pedido do presidente da Comissão de Orçamento e Finanças (COF), vereador Pablo Pacheco (PP), e acatado pelos demais vereadores, foi realizada uma Sessão Plenária Extraordinária para apreciação do projeto de lei que prevê as diretrizes para a Lei Orçamentária Anual. Outros cinco projetos, que passaram em primeira discussão na sessão ordinária, também foram apreciados e aprovados. São eles: 

- Projeto de Lei nº 9789/2024: Dispõe sobre as Diretrizes para a Elaboração e Execução da Lei Orçamentária do Município de Santa Maria para o exercício de 2025 e dá outras providências e quatro emendas modificativas.  O presidente da COF lembrou na tribuna que a matéria, de autoria do Poder Executivo, está em tramitação na Câmara desde o dia 30 de abril e, portanto, houve tempo hábil para que a comunidade e os vereadores apontassem modificações na proposição. Ainda, o edil destacou a importância dessa peça orçamentária para o município, já que, o documento traz nas prioridades da gestão, as quais deverão ser executadas no primeiro ano do próximo governo. 

- Projeto de Lei nº 9785/2024: Estabelece incentivos fiscais aos empreendimentos inclusos no Programa Minha Casa, Minha Vida realizados no Município de Santa Maria e dá outras providências e uma emenda. O líder do Governo na Câmara, vereador Givago Ribeiro (PSDB) destacou que o programa “Minha Casa, Minha Vida” é o principal programa de habitação disponível para a comunidade e que, diante disso, o município já se prepara para a compra assistida de imóveis pelo projeto, especialmente às famílias atingidas pelas cheias em Santa Maria. 

- Projeto de Lei nº 9791/2024: Concede isenção fiscal de IPTU aos proprietários de imóveis atingidos por catástrofes e desastres naturais e dá outras providências e duas emendas modificativas.   O autor da proposição, vereador Alexandre Vargas (Republicanos), destacou as condições para que seja concedida a isenção, entre elas, renda per capta de até três salários mínimos. 

Os últimos projetos aprovados preveem a fixação dos subsídios de diversos agentes políticos. Cabe lembrar, que, conforme as legislações, não haverá aumento dos valores recebidos atualmente. 

- Projeto de Lei nº 9795/2024: Fixa o subsídio dos (as) vereadores (as) da Câmara Municipal de Santa Maria para a Legislatura 2025/2028. O presidente da Câmara, vereador Manoel Badke (União Brasil) salientou que, durante os próximos quatro anos, não haverá aumento dos salários ou reposição da inflação para a próxima legislatura. 

- Projeto de Lei nº 9804/2024: Fixa o subsídio dos (as) secretários (as) do Município de Santa Maria para o quadriênio 2025/2028. Autoria: Mesa Diretora. 

Projeto de Lei nº 9805/2024: Fixa o subsídio do (a) prefeito (a) e do(a) vice-prefeito(a) do Município de Santa Maria para o mandato 2025/2028. Autoria: Mesa Diretora. 

Texto: Camila Porto

Fotos: Luísa Monteiro

 

 


Dúvidas, reclamação ou sugestão?

Entre em contato!
Ajude a Melhorar Nossos Serviços Ajude a Melhorar Nossos Serviços