PODER LEGISLATIVO DO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA

Câmara de Vereadores de Santa Maria - RS

Santa Maria, quinta-feira, 20 de junho de 2024

Audiência pública debate central de atendimento do SAMU


  • 16/04/2012
Compartilhe:

Na manhã desta segunda-feira (16), ocorreu no salão de atos do Colégio Marista Santa Maria a audiência pública que tratou da descentralização da central de regulação do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). A comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa foi representada pelos deputados Jorge Pozzobom e Valdeci Oliveira. Representando a Câmara de Vereadores de Santa Maria, estavam os vereadores Admar Pozzobom, Maria de Lourdes Castro e Helen Cabral.

Na ocasião a população e a representação do governo discutiram as possibilidades da transferência da central telefônica vir para Santa Maria, e não centralizada em Porto Alegre como é atualmente. Foram ouvidos depoimentos de quatro casos que terminaram em morte de pacientes que solicitaram o atendimento do SAMU, e a possível falha nos atendimentos. Carlos Dornelles, médico e coordenador do SAMU, explicou os procedimentos e normas técnicas adotadas mundialmente para o atendimento telefônico nos casos de urgência, e concordou que existe uma dificuldade no serviço em razão dos inúmeros trotes, e informação de endereços imprecisos no momento de localizar um paciente.

O deputado líder do Governo na Assembleia, Valdeci Oliveira, destacou a eficiência do SUS (Serviço Único de Saúde), sendo exemplo para diversos países, mas concorda na existência de falhas. Acredita na melhoria do serviço à população com a descentralização da regulação. O deputado Jorge Pozzobom sugeriu a regionalização do serviço, dentro da própria central em Porto Alegre, aumentando o número de funcionários e modernizando o sistema. Já a vereadora Maria de Lourdes Castro, presidente da Comissão de Saúde da Câmara, pediu ponderação na hora de decidir pela descentralização, analisar os casos no Estado em que o serviço já funciona desta forma, como em Pelotas, Bagé e Caxias do Sul.
Como resultado da reunião, foi estipulado um prazo até dia 30 de maio para a Comissão de Saúde Estadual discutir junto a Assembleia Legislativa a possível alteração do serviço.


Texto e foto: Felipe Martins

Dúvidas, reclamação ou sugestão?

Entre em contato!
Ajude a Melhorar Nossos Serviços Ajude a Melhorar Nossos Serviços