sábado, 20 de abril de 2024

Sessões Plenárias:
Terças e quintas-feiras: 15h

Horário de atendimento
Segunda a quinta-feira:
08h às 12h e das 13h30 às 17h30
Sexta-feira: 07h30 às 13h30

Telefone: (55) 3220-7200
E-mail: assessoriapresidencia@camara-sm.rs.gov.br

Notícias


19/04/2024

A Câmara de Vereadores de Santa Maria esteve presente nas comemorações dos 376 anos de fundação do Exército Brasileiro, na manhã desta sexta-feira (19). O primeiro vice-presidente, Pablo Pacheco (PP), representou o Legislativo na celebração, que ocorreu no 4º Batalhão Logístico (4º BLog). Diversas autoridades locais e estaduais, como comandantes do Exército, políticos e empresários, participaram do evento, que teve início às 10h. O desfile da tropa abriu os festejos e contou com a participação de mais de cinco centenas de militares. A solenidade foi presidida pelo Comandante da 3ª Divisão de Exército (3ª DE), General de Divisão Paulo Roberto Rodrigues Pimentel. 

Após isso, militares e representações políticas e da sociedade civil organizada enalteceram o papel do Exército Brasileiro para o sentimento de pertencimento da nação. Santa Maria teve papel de destaque pela posição estratégica e militar dentro do EB. Durante a solenidade, civis e militares que se destacaram nas suas trajetórias e que desempenharam serviços relevantes ao Exército foram agraciados com as honrarias da Medalha da Ordem do Mérito Militar (considerada a maior comenda da instituição), Medalha Exército Brasileiro e Diploma de Colaborador Emérito.

O primeiro vice-presidente do Legislativo, Pablo Pacheco (PP), destacou a importância do Exército Brasileiro que "fez e faz com que Santa Maria seja, inclusive, conhecida nacional e internacionalmente por ser um polo militar e por atuar junto à defesa e à soberania nacional".

 

Texto: Marcelo Martins
Fotos: Lillian Steffler

19/04/2024

A Comissão Especial da Travessia Urbana esteve, na manhã desta sexta-feira (19), presente em pontos considerados “gargalos” da maior obra de mobilidade de Santa Maria: na estrada Capitão Vasco da Cunha (bairro Boi Morto) e nos bairros Urlândia e Uglione. O colegiado, presidido pelo vereador Valdir Oliveira (PT), percorreu os 14,5 km da obra. Ainda integram a comissão, os vereadores Tubias Callil (PL), vice-presidente; e Givago Ribeiro (PSDB), relator. A vistoria foi acompanhada pelo engenheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), João Carlos Toneto, e de integrantes da equipe técnica do setor de engenharia da autarquia federal.

No entendimento do presidente do colegiado, o vereador Valdir Oliveira (PT), a vistoria serviu para esclarecer ao próprio Parlamento “quanto ao andamento dos serviços nesta reta final das obras”. Segundo o órgão federal, a Travessia Urbana deve ser concluída no transcorrer do segundo semestre deste ano. Hoje, são três frentes de trabalho. Todas basicamente concentradas no Trevo da Uglione, na saída para São Sepé (junto à BR-392).

Até o momento, foram aportados R$ 400 milhões, em valores atualizados, na Travessia Urbana, conforme o Dnit. Agora, para a conclusão dos serviços, são projetados mais R$ 39 milhões para o encerramento dos serviços, projeta o departamento.

A Comissão Especial ainda foi atualizada quanto à sinalização em alguns trechos ao longo da obra, principalmente, junto às rotatórias. O andamento das escavações das trincheiras, em uma pista que está sendo feita abaixo do nível do solo, e, ainda, as chamadas paredes laterais de concreto, também estiveram na pauta.

 

Texto: Marcelo Martins
Fotos: Bernardo Abbad e Marcos Borba

18/04/2024

Na noite desta quinta-feira (18), no Plenário Coronel Valença, a Câmara de Vereadores de Santa Maria realizou a Sessão Solene para a entrega da Comenda “Irmã Felicidade” e “Comenda Irmã Consuelo”. Estas duas congratulações foram instituídas pela Lei nº 6045/2016. A Comenda Irmã Felicidade é destinada a homenagear enfermeiro ou enfermeira que destacar-se em suas atividades na área de saúde. Já a Comenda Irmã Consuelo é destinada a homenagear técnico ou técnica de enfermagem que apresentaram destaque na profissão. As homenageadas da noite foram a enfermeira Márcia Gabriela Rodrigues de Lima e a técnica em enfermagem Nilza Lourenço da Silva.

O proponente da legislação que instituiu essas duas congratulações, Coronel Vargas (PL), afirmou ter enorme satisfação em “render homenagem a essas duas grandes mulheres, Márcia e Nilza”. Logo após, o parlamentar fez um breve histórico das duas homenageadas. “São duas guerreiras”, afirmou o edil, além de dizer que as duas são seres humanos que vieram desempenham o papel de cuidar das pessoas.

Márcia Gabriela é enfermeira do Hospital Universitário de Santa Maria e, no município, coordena duas políticas públicas: de HIV, IST’s e hepatites virais e a de promoção de equidades. Declarou estar muito feliz com a homenagem. “Ela representa pra mim a consolidação de um trabalho que estou desenvolvendo há quatro anos”. Destacou a importância de, como uma mulher negra, coordenar políticas públicas no município. “Representa um vitória muito grande contra o racismo estrutural”.

Já a técnica em enfermagem Nilza Lourenço da Silva atua na Estratégia de Saúde da Família do município, com 22 anos de profissão. Também participou, por anos, do Conselho Regional de Enfermagem do Rio Grande do Sul (Coren-RS), como conselheira. A homenageada destacou que a profissão é, majoritariamente, ocupada por mulheres e que ainda, segundo ela, estas “sofrem com questão de preconceito e machismo”. Reforçou que o trabalho dos e das técnicas de enfermagem é fundamental ao bom andamento do Sistema Único de Saúde (SUS).

O presidente da Câmara, Manoel Badke (UB), ressaltou a importância das homenageadas seguirem utilizando o conhecimento para ajudar as pessoas. “Como presidente desta casa, me sinto feliz”.

 

Texto: Mateus Azevedo
Foto: Gustavo Nuh 

18/04/2024

Os parlamentares santa-marienses, durante a sessão Plenária Ordinária desta quinta-feira (18), no Plenário Coronel Valença, aprovaram um projeto de resolução legislativa e uma moção de apoio e solidariedade.

Projeto aprovado

Projeto de Resolução Legislativa nº 1/2024  - Fixa e regulamenta a utilização de quota de telefonia no âmbito do Poder Legislativo e dá outras providências. Autoria: Gabinete da Presidência.

Convocação de secretário

Por solicitação da vereadora Helen Cabral (PT), o parlamento aprovou requerimento de convocação do secretário de município de Mobilidade Urbana, Orion Ponsi, para prestar esclarecimentos sobre o processo licitatório do Sistema de Transporte Público Coletivo Municipal e outras questões similares. A proponente da convocação do chefe da pasta relatou que o tema principal debatido nas comunidades da cidade são os problemas do atual transporte público coletivo municipal. “A convocação do secretário é para esclarecer várias questões e várias dúvidas”. O vereador Tony Oliveira (Podemos) também ocupou a tribuna e defendeu a aprovação da matéria. O secretário comparecerá à Câmara na sessão da próxima quinta-feira, dia 25.

Moção aprovada

Moção de apoio e solidariedade aos servidores técnicos-administrativos da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) que reivindicam recomposição salarial e reestruturação do plano de carreira.

Primeira discussão

Projeto de Lei Complementar nº 13/2023 - Insere os artigos 62-A, 62-B, 62-C e 62-D na Lei Complementar nº 092, de 24 de fevereiro de 2012, que "Dispõe sobre o Código de Posturas do Município de Santa Maria". Autoria: Tubias Callil (PL).

Projeto de Lei nº 9752/2024 - Institui a Semana Municipal da Segurança Pública e Defesa Social no Município de Santa Maria, e dá outras providências. Autoria: Coronel Vargas (PL).

Projeto de Lei nº 9721/2023 - Inclui no Calendário Oficial de Eventos do Município de Santa Maria o “Festival de Músicas Carnavalescas e MPB” a ser comemorado, anualmente, na última quinta-feira do mês de novembro. Autoria: Luci Duartes, a Professora Tia da Moto (PDT).

Projeto de Lei nº 9751/2024 - Altera a redação do art. 1º da Lei Municipal n 784/1958. Autoria: Helen Cabral (PT).

Projeto de Lei nº 9754/2024 - Denomina de EcoA Down o prédio público localizado junto à Praça Marechal Osvino Ferreira Alves, bairro Nonoai, nesta cidade de Santa Maria (RS). Autoria: Admar Pozzobom (PSDB).

Provavelmente, esses cinco projetos analisados em primeira discussão serão votados na próxima terça-feira, dia 23.

 

Texto: Mateus Azevedo
Fotos: Luã Santos e Gustavo Nuh

18/04/2024

A Comissão de Educação, Cultura, Esportes e Lazer (CECEL), recebeu, na reunião ordinária na tarde desta quinta-feira (18), representação do Sinprosm (Sindicato dos Professores Municipais).  O sindicato realiza hoje, em Santa Maria, o Dia D de Denúncia, cuja data atende à convocação da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação.

Ao colegiado, Marta Hammel, integrante do Sinprosm,  destacou as dificuldades enfrentadas pelas escolas municipais neste ano, enfatizando que, até o momento, o Executivo Municipal não respondeu ofício enviado, em fevereiro,  impossibilitando a abertura de negociações. Além disso, enfatizou que modificações implementadas no início do ano letivo por meio da nova matriz curricular e o número insuficiente de professores têm provocado insatisfações nas escolas. Acrescentou, ainda, a insatisfação da categoria  com a falta de estagiário para a educação infantil e monitores para educação especial.  

A Comissão de Educação, após ouvir o relato do sindicato, informou que irá encaminhar as reivindicações da categoria à secretaria municipal de Educação. A CECEL é integrada pelos vereadores Danclar Rossato (presidente), Givago Ribeiro (vice-presidente), Luci Duartes, Pablo Pacheco, Helen Cabral, Juliano Soares e Valdir Oliveira. Todas as quintas-feiras, às 14h, no Plenarinho da Câmara, são realizadas as reuniões ordinárias.

Texto: Clarissa Lovatto

Foto: Camila Porto 
 

18/04/2024

A Comissão de Políticas Públicas, Assuntos Regionais e Distritais realizou reunião ordinária, na manhã desta quinta-feira (18), no Plenarinho da Câmara de Vereadores de Santa Maria. Na pauta, os parlamentares debateram sobre o aumento nas contas de água, no município, após a troca de alguns hidrômetros, e também sobre as recentes filas na sede regional da Corsan.

O vereador Alexandre Pinzon Vargas (Republicanos) relatou o caso do vigilante Jhon Carvalho, morador no bairro Boi Morto, que teve um aumento de mais de 400% na sua conta d’água. Em um mês, o valor era R$ 200. Depois, pulou para R$ 850.E agora, o valor da conta diminuiu para R$ 180. “Nós estamos atendendo muitas reclamações. Muitas mesmo”, desabafa o parlamentar. 

A recepcionista Ediane Rang, também moradora no bairro Boi Morto, além do aumento abrupto do valor da conta, reclamou da constante interrupção do abastecimento: “a falta de água é muito recorrente”. Corroborando às reclamações, a corretora de imóveis, Jussara Motter, afirmou que, seguidamente, vai à Corsan para solicitar a religação de água de seus clientes e tem percebido filas, com muitas pessoas, idosos, mães, com crianças de colo, e sem atendimento preferencial. “A gente tem que ficar numa fila para pegar uma ficha, para ir para uma fila de atendimento”.

A coordenadora do PROCON de Santa Maria, Márcia Moro da Rocha, afirmou que a regulação desse tipo de serviço é feita, no estado, pela Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs) e que a forma de regulação deve ser modificada. Márcia aponta que, antes da privatização da Corsan, o serviço tinha mais qualidade. “Até a privatização, nós conseguíamos ter um retorno de 100% de tudo. Não é porque privatizou que melhorou. Não! Muito pelo contrário”. 

Moro relatar que somente é possível o contribuinte conseguir a redução de uma conta d’água, cobrada de forma indevida, quando a empresa detecta vazamento no imóvel. A coordenadora relatou também que no atual contrato entre a Prefeitura e a Corsan existe a previsão de existência de um escritório da Corsan no bairro Camobi, o que não está sendo cumprido, segundo ela, já que este escritório foi fechado pela empresa. “Se fechou, tem que abrir de novo”, argumenta Márcia Moro.

O novo superintendente regional da Corsan, João Corin, informou que a empresa, após a privatização, está em processo de reestruturação e que será um desafio cumprir o marco regulatório do saneamento básico que exige a universalização do serviço de esgotamento em alguns anos. Disse que obras sempre causam algum transtorno. “Não existe obra que não dê um transtorno temporário”.

João Corin afirmou que 400 mil hidrômetros foram substituídos no estado e que, em Santa Maria, 15 mil, de um total de 23 mil aparelhos, também já foram substituídos. Com relação às diferenças reclamadas na contas, o superintendente salientou que a garantia dos hidrômetros é de sete anos e que a Corsan adotou um prazo menor: cinco anos de validade. Afirmou que os aparelhos são garantidos pelo Inmetro, mas que com o tempo de uso “vai perdendo capacidade de medição”. E que a média de diferença, motivada pela troca do aparelho, é de aproximadamente 5%.

Ao final da reunião, João Corin afirmou que a Corsan irá analisar cada caso para tentar se chegar a uma solução. Todos os vereadores integrantes do colegiado participaram da reunião.

Texto: Mateus Azevedo

Foto: Luísa Monteiro

18/04/2024

Ao dar sequência aos trabalhos referentes à fiscalização dos serviços prestados pela RGE em Santa Maria, a Comissão Especial que trata do tema no Legislativo esteve reunida, na última quarta-feira (17), com o representante do Sindicato dos Eletricitários do RS (Senergisul). Em pauta, o presidente do colegiado, Adelar Vargas, o Bolinha (MDB), tratou da reiteradas reclamações dos santa-marienses acerca  dos serviços da RGE no município. A questão do forte temporal que atingiu Santa Maria, em janeiro deste ano e deixou mais de 1,5 mil clientes sem energia (em alguns casos por até uma semana) foi novamente abordada. 

Quem falou à comissão foi Lino Zanchi, técnico de Proteção e Automação da RGE. Aos vereadores do colegiado, Juliano Soares, o Juba (PSDB) e Helen Cabral (PT) , quando questionado sobre a demora em restabelecer os serviços nas horas e dias subsequentes à interrupção da energia, Zanchi comentou que frente à elevada demanda, é necessário realizar uma hierarquização de prioridades. Neste sentido, ele explicou que bairros e vilas, com maior concentração de clientes, serão primeiramente atendidos. O que, por tabela, acaba por aumentar o tempo de espera no restabelecimento de outras localidades, ressalvou.  

Para o próximo dia 26 deste mês, a Comissão Especial da RGE realizará uma audiência pública com a participação da Assembleia Legislativa, a partir das 18h, no Plenário da Câmara de Vereadores de Santa Maria.

 

Foto e texto: Marcelo Martins

17/04/2024

A Sessão Plenária Ordinária desta quinta-feira (18) prevê, na Ordem do Dia, em discussão única e votação, o Projeto de Resolução Legislativa (nº 1/2024), de autoria do gabinete da Presidência, que trata da cota de telefonia fixa. Até então, cada parlamentar tem, por gabinete, um subsídio de R$ 6,6 mil/ano para uso de linha fixa. No entanto, a partir de agora, esse valor passará a ser de R$ 2 mil. Ou seja, uma redução de 70%.

Em primeira discussão, estão cinco projetos. Deste total, quatro deles são Projetos de Leis (PLs) e um Projeto de Lei Complementar (PLC). O PLC (nº 13/2023), de autoria do vereador Tubias Callil (PL), busca disciplinar o uso de contêiner coletor de resíduos e caçamba estacionária de entulhos em vias públicas no município. A ideia é que, a partir desta lei, pessoas (físicas ou jurídicas) que venham a necessitar, ainda que temporariamente, fazer o depósito de entulhos nas vias públicas (ruas, logradouros), oriundos de demolições ou da construção civil, somente possam fazer  por meio de caçambas estacionárias de empresas especializadas devidamente autorizadas em conformidade com as normas ambientais vigentes.

Também em primeira discussão, está o PL nº 9752/2024, do vereador João Ricardo Vargas (PL), que “institui a Semana Municipal da Segurança Pública e Defesa Social no município”. Da mesma forma, consta o PL nº 9721/2023, da vereadora Luci Duartes (PDT), que “inclui no calendário oficial de eventos do município o Festival de Músicas Carnavalescas e MPB a ser comemorado anualmente na última quinta-feira do mês de novembro”.

De autoria da vereadora Helen Cabral (PT) está, também em primeira discussão, o PL 9751/2024 que altera a redação do art.1º da Lei Municipal nº 784/1958, que passa agora a vigorar com a seguinte redação: “Fica criado o Arquivo Histórico do Município de Santa Maria ‘José Antonio Brenner’, junto à Biblioteca Municipal Henrique Bastide, destinado à conservação de todos os objetos e documentos relativos à história do município.

Por fim, para a apreciação do Parlamento, está o PL nº 9754/2024, encabeçado pelo vereador Admar Pozzobom (PSDB), que denomina de “EcoA Down” o prédio público localizado junto à Praça Marechal Osvino Ferreira Alves, no Bairro Nonoai.

 

Texto: Marcelo Martins

Arte: Luísa Monteiro

17/04/2024

Em agenda no Tribunal de Contas do Estado (TCE), nesta quarta-feira (17), na capital gaúcha, o presidente da Câmara de Vereadores, Manoel Badke (UB), tratou de uma agenda de interesse do Legislativo: a retomada da obra de ampliação da Casa, paralisada há mais de uma década. Na conversa com o presidente do TCE, Marco Peixoto, o conselheiro ainda atualizou a situação referente ao inédito processo licitatório do transporte coletivo de Santa Maria, situação que tem sido conduzida pelo Executivo municipal, mas que tem tido o acompanhamento e envolvimento direto do Parlamento local. Tema sensível e em busca de um desfecho, a conclusão do prédio da Câmara de Vereadores fez com que a equipe técnica do TCE, Diego Losada Vieitez (diretor de Controle e Fiscalização) e Evandro Homercher (coordenador da Consultoria Técnica), acompanhassem a reunião com a comitiva santa-mariense.

Frente à proximidade do fim dos prazos judiciais e de eventuais recursos quanto à perícia da obra, o TCE reiterou que se coloca à disposição do Legislativo “para tratar de futuros encaminhamentos” que auxiliem o Legislativo na retomada da construção da edificação. 

O procurador jurídico, Lucas Saccol, lembrou que uma vez concluída a perícia da obra, já corre o prazo de 30 dias para que a Câmara de Vereadores, prefeitura e Ministério Público Estadual (MPE) se manifestem. Já o prazo para as demais partes citadas no processo - vereadores arrolados e Engeporto (empresa contratada à época dos serviços) - também está valendo (que é de 15 dias).

“Após findados os prazo de manifestações com os devidos desdobramentos judiciais, a etapa seguinte será decidir quanto à viabilidade de prosseguimento da obra ou eventuais correções na construção. E o TCE, ao sinalizar que nos dará esse suporte, é mais um importante passo para que tenhamos um desfecho quanto à obra”, pontuou o procurador.

As obras de ampliação do Legislativo foram iniciadas em 2012 e foram interrompidas ainda em janeiro de 2013, quando o Parlamento rescindiu o contrato com a construtora por haver descontinuidade dos serviços. Após um longo histórico de problemas, os serviços foram, inclusive, alvo de uma vistoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE) em 2017, que avaliou documentos da licitação e das fundações da obra.

LICITAÇÃO

Já a situação referente ao inédito processo licitatório do transporte coletivo de Santa Maria, que a prefeitura projeta colocar na rua ainda no segundo semestre deste ano, o presidente do TCE reiterou que cabe à Câmara “fazer o controle externo auxiliado pelo TCE, que atua na fiscalização desse processo". Acompanharam o presidente Manoel Badke, o procurador jurídico, Lucas Saccol, e o secretário de Gestão e de Administração, Luciano Hoenisch Diehl.

 

Texto: Marcelo Martins

Fotos: divugação

16/04/2024

Na Sessão Plenária Ordinária desta terça-feira (16), os vereadores aprovaram quatro projetos de lei, todos de autoria do Poder Legislativo. Ainda, acataram o envio de moção de congratulações e autorizaram a viagem de dois parlamentares a Brasília. 

PROJETOS APROVADOS: 

- PROJETO DE LEI Nº 9736/2023: Institui no Calendário de Eventos Oficiais do Município de Santa Maria a Romaria de Nossa Senhora Aparecida, que ocorre no dia 12 de outubro de cada ano. O autor do projeto, vereador Valdir Oliveira (PT), comentou na tribuna que a procissão começou em 2012 e, desde 2014, passou a ser denominada por Romaria, devido ao grande número de participantes, reunindo mais de mil pessoas. “Um dia de muita fé”, destacou o proponente. O projeto foi aprovado, por unanimidade, dos parlamentares presentes. 

- PROJETO DE LEI Nº 9717/2023 e a Emenda Modificativa nº 1:  Institui e inclui no calendário de Eventos Oficiais do Município de Santa Maria o "Dia do Capoeirista", a ser comemorado no dia 03 de agosto. A autora da proposição, vereadora Helen Cabral (PT), fez um levantamento histórico sobre a arte da capoeira. Ressaltou que capoeira é uma arte, genuinamente, brasileira, que nasceu como uma arma de luta dos negros contra os opressores armados. Por fim, considerou que a modalidade cumpre um papel social e pedagógico: “uma cultura que faz um enfrentamento muito forte contra o preconceito, contra o racismo”. Em votação nominal, a matéria foi aprovada por todos os vereadores presentes na sessão. 

- PROJETO DE LEI Nº 9755/2024: institui o Programa Alimentando Vidas na Causa Animal no âmbito do Município de Santa Maria. De acordo com o autor do projeto de lei, vereador Adelar Vargas (MDB), o objetivo da proposição é permitir a utilização de “sobras limpas” de alimentos oriundos de mercados, restaurantes e outros estabelecimentos.  O parlamentar defendeu que a lei promove uma consciência coletiva: “tratar bem os animais é de suma importância para todos”. O projeto foi aprovado por todos os parlamentares presentes. 

- PROJETO DE LEI Nº 9750/2024: Inclui no Calendário de Eventos Oficiais do Município o "Cruzeiro de Luz - Encontro de Quimbandeiros de Santa Maria/RS", realizado, anualmente, em fevereiro. A edil Helen Cabral (PT), propositora da matéria, citou que o encontro começou há 13 anos e que, na última edição realizada, no início deste ano, reuniu mais de 13 mil pessoas. Além disso, destacou a relevância social do Cruzeiro de Luz: “cumprem um papel fundamental que é o de acolher todos”. Em votação nominal, a proposição foi aprovada por todos os edis. 

MOÇÃO APROVADA: O vereador Valdir Oliveira (PT) apresentou requerimento para o envio de Moção de Congratulação à Associação dos Amigos do Futebol de Mesa (AAMIFUME) pelo aniversário de 10 anos de fundação da entidade.

VIAGEM PARLAMENTAR: O vereador Givago Ribeiro (PSDB) e o vereador Danclar Jesus Rossato (PSB) solicitaram a autorização do plenário para Brasília (DF) com saída no dia 22 de abril e retorno à Santa Maria no dia 25 de Abril de 2024. Veja a programação completa aqui. 

RETIRADA DA PAUTA: A pedido da autora, vereadora Marina Callegaro (PT), a Moção de Apoio a Casa Civil do Governo do Estado do Rio Grande do Sul à minuta ao Projeto de Lei, cuja proposta foi protocolada pela Associação dos Agentes de Fiscalização Agropecuária – AGEFA-RS, que visa reestruturar o Regime Jurídico único ao plano de carreira do Quadro de Pessoal Técnico, Ensino Médio, Técnico Profissionalizante -Técnico Agrícola, Técnico em Viticultura e Técnico em Enologia do Estado do Rio Grande do Sul, foi retirada da Ordem do Dia. 

Texto: Camila Porto

Fotos: Luísa Monteiro

16/04/2024

A Comissão da RGE - composta pelos parlamentares Adelar Vargas, o Bolinha (MDB), presidente; Helen Cabral (PT), vice-presidente; Juliano Soares, o Juba (PSDB), relator - contabiliza um saldo positivo após as agendas realizadas, ainda na semana passada, com representações do governo do Estado e da própria Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS (Agergs) para tratar dos serviços prestados pela RGE em Santa Maria. O procurador jurídico do Legislativo, Lucas Saccol, enfatizou que Santa Maria é um dos maiores ativos da RGE com mais de 130 mil clientes e uma das principais fontes de arrecadação da concessionária.

“Essa reunião foi importante para tratar do ativo da empresa e conhecer a parte operacional para saber como se dá o recebimento das demandas que chegam dos usuários até a concessionária. A RGE apresentou dados e números que indicam uma realidade um pouco diferente do que é constatado, de fato, aqui na base. Por isso, houve um compromisso por parte da empresa de viabilizar um canal mais assertivo e franco com Santa Maria, já que o município é um dos maiores clientes da RGE no Estado”, explicou o presidente da Comissão da RGE.

Saccol destaca que na reunião com a direção da Agergs foi comunicado que, já no mês de maio, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que, recentemente, assumiu o papel de fiscalização das distribuidoras de energia no Estado deve repassar a responsabilidade à Agergs de fiscalizar os serviços da RGE novamente, como era até então.

“O fato de a Agergs voltar a ser a fiscalizadora desses serviços, já a partir do próximo mês, é de extrema valia. Isso porque ela (Agergs) está em Porto Alegre, o que nos facilita o diálogo e as eventuais cobranças, uma vez que a Aneel fica em Brasília e esse distanciamento é significativo”, pontuou o procurador.

Já em São Leopoldo, município-sede da RGE, os vereadores apresentaram as reclamações mais recorrentes da população de Santa Maria e solicitaram que a concessionária sinalize “com prazos e pronta resposta” frente às demandas. De acordo com os parlamentares, as queixas com maior incidência são: localização atual da loja física da RGE que saiu do centro da cidade e, atualmente, está em um bairro mais distante; pontos do município onde há uma maior recorrência de falta de energia; demora no restabelecimento dos serviços ou, ainda, persistência da energia em monofase por inúmeros dias, o que causa prejuízos financeiros aos clientes.

 

Texto: Marcelo Martins
Foto: Divulgação

16/04/2024

Na manhã desta terça-feira (16), a Comissão de Orçamento e Finanças (COF) reuniu-se com a secretária de município de Finanças, Michele Antonello, para tratar dos pareceres técnicos referentes às emendas impositivas ao Orçamento de 2024. O colegiado é formado pelos vereadores Pablo Pacheco (presidente),  Werner Rempel, Givago Ribeiro, Coronel Vargas e Adelar Vargas. 

Em documento anteriormente enviado ao Legislativo, a comissão do Executivo apontou os impedimentos técnicos de 55 emendas, bem como sugestões para resolvê-las. Desse total, das 23 emendas  que têm como destinação lares de idosos e a Casa de Saúde, a comissão do Executivo indicou  que devem ser enquadradas, no orçamento, na ação “Manutenção das Ações de Saúde de Média/Alta Complexidade”. Porém, como esta ação não existe na Lei Orçamentária Anual (LOA), o Executivo vai encaminhar projeto de lei ao Legislativo, alterando a LOA para incluir referida ação orçamentária. 

Ainda, conforme o documento, outras 32 emendas apresentam inconformidade técnica, sendo que 19 delas estão com algum documento irregular. A secretária municipal de Finanças, Michele Antonello, explicou que, neste ano, o Executivo começou a aplicar outras formas de regramentos para as instituições porque é o último ano de mandato dos vereadores.  “As emendas impositivas devem ser exeqüíveis no exercício, ou seja,  elas têm que iniciar e começar com o recurso disponível.  Estamos pedindo que planos de trabalho e objetivos da destinação sejam projetos para serem executados neste exercício”, enfatizou a secretária.

REUNIÃO PÚBLICA:  A Comissão de Orçamento e Finanças promove, no dia 22 de abril, às 18h30, no Plenário do Legislativo, para tratar da campanha do imposto solidário. A data foi transferida do dia 17 para  22, atendendo à solicitação da organização da campanha.

 

Texto: Clarissa Lovatto

Fotos: Mateus Azevedo

15/04/2024

A Sessão Plenária Ordinária desta terça-feira (16) prevê, na Ordem do Dia, em discussão única e votação, duas moções e uma autorização de viagem. As moções são de apoio/solidariedade e de congratulação e contam com a autoria dos vereadores Marina Callegaro e Valdir Oliveira, ambos do PT. A matéria de apoio/solidariedade, de autoria da parlamentar Marina, é destinada à Casa Civil do governo do Estado com o “intuito de expressar apoio integral à minuta de Projeto de Lei que visa reestruturar o regime jurídico aplicável ao plano de carreira do quadro de Pessoal Técnico, Ensino Médio, Técnico Profissionalizante, Técnico Agrícola, Técnico em Viticultura e Técnico em Enologia” proposta apresentada pela Associação dos Agentes de Fiscalização Agropecuária (AGEFA-RS). Já a moção de congratulação, do vereador Valdir,  destina-se a fazer uma homenagem “pela passagem dos 10 anos de fundação da Associação dos Amigos do Futebol de Mesa (AAMIFUME)”. 

Também em discussão única e votação consta o pedido de autorização de viagem dos vereadores Danclar Rossato (PSB) e Givago Ribeiro (PSDB) para Brasília entre os dias 22 e 25 deste mês.

Já em segunda discussão e votação, estão quatro Projetos de Lei (PLs). São eles: o PL 9736/2024, sugerido pelo vereador Valdir Oliveira (PT), que insere no calendário de eventos oficiais do município a Romaria de Nossa Senhora Aparecida que ocorre, neste ano, no dia 12 de outubro; PL 9750/2024, proposto pela vereadora Helen Cabral (PT), que inclui no calendário oficial a atividade Cruzeiro de Luz - Encontro de Quimbandeiros de Santa Maria; também de autoria da parlamentar Helen está o PL nº 9717/2023, que cria e inclui no calendário de eventos oficiais do município o "Dia do Capoeirista"; por fim, a outra matéria que será apreciada é o PL 9755/2024, de autoria do vereador Adelar Vargas, o Bolinha (MDB), que visa criar o programa Alimentando Vidas na Causa Animal.

Texto: Marcelo Martins

Arte: Luísa Monteiro

12/04/2024

Criada em março deste ano, a Comissão Especial da Travessia Urbana esteve reunida, nesta sexta-feira (12), com representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para tratar da obra, considerada a maior em termos de mobilidade urbana em Santa Maria. O encontro, que ocorreu no escritório da autarquia federal (situado na Avenida Helvio Basso), contou com a participação dos vereadores Valdir Oliveira (PT), presidente do colegiado; Tubias Callill (PL), vice-presidente; e Givago Ribeiro (PSDB), relator. Em pauta, os parlamentares abordaram as frentes de trabalho da malha rodoviária que contempla, ao todo, 14,5 km de duplicação de trechos das BRs 158 e 287.

A conversa foi conduzida pelo engenheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), João Carlos Toneto, que acompanha os serviços desde 2014, quando se iniciaram as obras. Ficou definido que, no próximo dia 19, haverá uma vistoria conjunta (dos vereadores e de servidores do Dnit) a vários pontos da Travessia Urbana, como, por exemplo, a Passarela da Vila São João com a Vila Caramelo, Trevo da Uglione e junto às passagens inferiores da Vasco da Cunha e da Urlândia.

O engenheiro explicou, ainda, como funcionará a sistemática referente ao fluxo de trânsito nos trechos duplicados. Segundo ele, a tendência é que seja feita uma espécie de segregação dos trajetos (urbanos e das rodovias) de modo a minimizar o número de paradas que os motoristas precisam fazer. Atualmente, a obra está entre 75% a 80% concluída, pontuou. Segundo o órgão federal, a Travessia Urbana deve ser finalizada até o fim deste primeiro semestre do ano. Contudo, de acordo com o Dnit, as sucessivas chuvas podem prorrogar o prazo de entrega da obra, que já teve mais de R$ 320 milhões investidos pelo Governo Federal ao longo de quase uma década.

 

Texto: Marcelo Martins
Foto: Bernardo Abbad

12/04/2024

Durante compromisso oficial na Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS (Agergs), em Porto Alegre, a Comissão Especial voltada a fiscalizar os serviços prestados pela RGE esteve reunida com a presidente da autarquia, Luciana Luso de Carvalho. O colegiado - composto pelos parlamentares Adelar Vargas, o Bolinha (MDB), presidente; Helen Cabral (PT), vice-presidente; Juliano Soares, o Juba (PSDB), relator - solicitou à representante da Agergs uma avaliação criteriosa do atendimento prestado pela RGE no fornecimento de energia elétrica em Santa Maria. 

Os parlamentares solicitaram fiscalizações extras que deem uma resposta à sociedade santa-mariense, que sofreu com a falta de energia elétrica e deixou mais de 1,3 mil clientes com os serviços interrompidos após o temporal de janeiro deste ano. Eles lembraram que, em alguns pontos do município, o serviço foi retomado após quatro dias.

A presidente da Agergs entregou aos vereadores um relatório com a fiscalização feita, após o temporal de janeiro deste ano, onde constam uma série de notificações feitas à RGE. Situação que, no momento, encontra-se em fase de recurso. Ela ainda lembrou aos parlamentares que, desde o começo deste mês, a Aneel assumiu o papel de fiscalização das distribuidoras de energia no estado. Anteriormente, essa responsabilidade pertencia à Agergs. O contrato que conferia poderes à Agergs expirou, deixando as 20 distribuidoras de energia gaúchas, incluindo nomes como CEEE Equatorial e RGE, sob o escrutínio da Aneel. Porém, a presidente da Agergs sinalizou que a autarquia deve retomar os serviços de fiscalização em todo o Estado.

Também, nesta sexta-feira (12), a Comissão Especial, que está acompanhada do procurador jurídico Lucas Saccol, terá agenda com a direção da RGE, em São Leopoldo, município-sede da companhia.

ESCOLAS E IPE SAÚDE
Também, na capital gaúcha, os vereadores cumpriram agenda na Secretaria de Estado da Educação (Seduc), onde foi tratada da questão estrutural (problemas nas redes elétrica, entre outros) de escolas da rede pública estadual. Representantes da pasta sinalizaram que, ainda este ano, serão realizadas intervenções estruturais nas seguintes escolas: Coronel Pilar, Celina de Moraes, Naura Teixeira, Edna May Cardoso, Manoel Ribas, Olavo Bilac, Arroio Grande, Princesa Isabel e Cícero Barreto.

Depois, já na sede do IPE Saúde, os parlamentares trataram de incentivos fiscais e da crise do plano de saúde, que atualmente atende cerca de 60% da demanda do plano dos servidores públicos do Rio Grande do Sul. A preocupação é quanto à descontinuidade dos serviços em Santa Maria.

 

Texto: Marcelo Martins
Fotos: Divulgação

11/04/2024

Na Sessão Plenária Ordinária desta quinta-feira (11), os parlamentares aprovaram um projeto de lei, duas moções e duas autorizações de viagem. Na oportunidade, também foram analisados três projetos de lei em primeira discussão. Essas matérias, provavelmente, serão votadas na próxima terça, dia 16.  Nesta sessão, entidade local utilizou a Tribuna Livre e o parlamento recebeu a visita de visitante ilustre.

Projeto aprovado

A proposição aprovada foi o Projeto de Lei Complementar (PLC 16/2023), de autoria do Poder Executivo, que altera a Lei 3.326/1991, Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos de Santa Maria, e que objetiva aumentar de 120 para 180 dias a licença-maternidade de servidoras do Executivo e do Legislativo e o aumento da licença-paternidade de cinco para 15 dias. 

A vereadora Marina Callegaro (PT) disse que o prazo reduzido de licença-maternidade impacta na vida das crianças e das mulheres e que essa demanda “é um pedido de muitos servidores e muitas servidoras”. A parlamentar afirmou que existem estudos que atribuem inúmeros benefícios da licença estendida às mães, aos pais e às crianças. A parlamentar também lembrou que, há anos, o Poder Legislativo já assegura às suas servidoras 180 dias de licença-maternidade. Os parlamentares Alexandre Pinzon Vargas (Republicanos) e Luci Duartes, a Tia da Moto (PDT), também se manifestaram favoráveis à matéria. 

Adiamento de votação

Por solicitação do vereador Werner Rempel (PC do B), o Projeto de Lei nº 9717/2023, de autoria da vereadora Helen Cabral (PT), que cria e inclui no calendário de eventos oficiais do município o "Dia do Capoeirista", teve a sua votação adiada. A proposição será votada, provavelmente, na próxima terça, dia 16.

Moções aprovadas

A primeira moção aprovada é de congratulação à Escola Municipal de Ensino Fundamental Adelmo Simas Genro pelos 20 anos de atuação na região oeste da cidade. Essa matéria é de autoria do vereador Danclar Jesus Rossato (PSB).

Já a segunda moção aprovada é de apoio/solidariedade à convocação dos aprovados em concurso público municipal do Poder Executivo (voltado ao cargo de Fiscal II) realizado em 2020, de autoria do vereador Alexandre Pinzon Vargas (Republicanos). 

Primeira discussão

- Projeto de Lei 9755/2024, de autoria do vereador Adelar Vargas, o Bolinha (MDB), que visa criar o programa Alimentando Vidas na Causa Animal; 

- Projeto de Lei 9750/2024, proposto pela vereadora Helen Cabral (PT), que inclui no calendário oficial a atividade Cruzeiro de Luz - Encontro de Quimbandeiros de Santa Maria; 

- Projeto de Lei 9736/2024, sugerido pelo vereador Valdir Oliveira (PT), que insere no calendário de eventos oficiais do município a Romaria de Nossa Senhora Aparecida que ocorre, no dia 12 de outubro, em Santa Maria.

Autorização de viagem

O pedido de autorização de viagem do vereador Givago Ribeiro (PSDB) a Brasília, entre os dias 22 e 25 deste mês, para cumprir diversas agendas, foi aprovado.

Nesse mesmo sentido, o pedido de autorização de viagem do vereador Tubias Callil (PL) a Porto Alegre, sem ônus ao Poder Legislativo, para participar de reunião no Tribunal de Costas do Estado do Rio Grande do Sul, no próximo dia 16, também foi aprovado.

Tribuna Livre

O Sindicato dos Contadores e Técnicos em Contabilidade da Região Centro (SINDICONTÁBIL) utilizou a Tribuna Livre para tratar sobre o Imposto Solidário. A oradora, Rosaura Vargas, salientou que houve um aumento na arrecadação de recursos para políticas públicas para idosos, crianças e adolescentes, desde o início da campanha do Imposto Solidário no município, e destaca o enorme potencial de arrecadação que Santa Maria tem. “Nós temos um potencial de R$ 50 milhões, mas, no ano passado, conseguiram apenas R$ 5 milhões”.

Rosaura informou que as pessoas físicas podem destinar 3% para o Fundo Municipal dos Idosos e 3% para o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente, até o dia 31 de maio deste ano, através da declaração do Imposto de Renda. As pessoas jurídicas também podem contribuir com o programa. Disse também que existem 22 projetos aptos a receber recursos. Os interessados podem obter mais informações por meio do site da Prefeitura de Santa Maria.

Visitante ilustre

O Poder Legislativo recebeu o General de Brigada, Marcus Neuvald, que explanou sobre a exposição de artes visuais denominada “Coronel Niederauer – Coleção Objetos Originais”, que pode ser visitada pela comunidade, de forma gratuita, até amanhã, dia 12. A exposição tem o objetivo de comemorar os 197 anos de nascimento do Coronel Niederauer. “A abertura do espaço, aqui na Câmara, é muito importante e simbólica”. O visitante ilustre fez um breve histórico sobre Niederauer, que comandou inúmeras batalhas.

Texto: Mateus Azevedo e Marcelo Martins

Foto: Gustavo Nuh e Luã Santos

 

Página 1 de 394


Links Úteis

Dúvidas, reclamação ou sugestão?

Entre em contato!
Ajude a Melhorar Nossos Serviços Ajude a Melhorar Nossos Serviços