sábado, 20 de abril de 2024

Sessões Plenárias:
Terças e quintas-feiras: 15h

Horário de atendimento
Segunda a quinta-feira:
08h às 12h e das 13h30 às 17h30
Sexta-feira: 07h30 às 13h30

Telefone: (55) 3220-7200
E-mail: assessoriapresidencia@camara-sm.rs.gov.br

Notícias


13/03/2024

No dia 20 de março (quarta-feira), às 19h, a Câmara de Vereadores de Santa Maria realiza audiência pública para debater com a comunidade Projeto de Lei Complementar nº 16/2023, de autoria do Executivo Municipal. A matéria visa ampliar o período destinado à licença-maternidade e à licença-paternidade dos servidores e servidoras do Executivo e Legislativo Municipal e dá outras providências. 

O projeto altera o Regime Jurídico Único dos servidores municipais e prevê a alteração de 120 para 180 dias a licença-maternidade e de cinco para 15 dias a licença-paternidade. 

Confira o projeto, na íntegra, aqui.

A Comissão Especial que analisa a matéria na Casa Legislativa é composta pelos vereadores Alexandre Vargas (presidente), Rudys Rodrigues (vice-presidente) e Luci Duartes (relatora). 

A audiência pública será transmitida, ao vivo, pela TV Câmara, canal 18.2 da TV aberta e pelo YouTube: www.youtube.com/tvcamarasantamaria. 

SERVIÇO:

O quê? Audiência pública para debater a ampliação das licenças-maternidade e paternidade a servidores do município.

Quando? 20 de março, às 19h.

Onde? Plenário Coronel Valença, Câmara de Vereadores de Santa Maria.

Texto: Camila Porto
Card: Luísa Monteiro

13/03/2024

A Câmara de Vereadores de Santa Maria deu sequência a mais uma medida que visa garantir segurança aos parlamentares, servidores e também aos visitantes do Legislativo. Agora, a Casa do Povo passará a contar com um sistema de proteção presente em 25 pontos do Palacete histórico, que fica na Rua Vale Machado. Desta forma, os 21 gabinetes parlamentares já contam com um botão de alerta, também chamado de “botão do pânico”. Ainda foram colocados outros quatro dispositivos em pontos estratégicos do Legislativo - e que por questão de segurança não serão publicizados, conforme decisão da presidência da Casa.

A iniciativa é resultado de uma força-tarefa, capitaneada pela Diretoria Administrativa, Secretaria de Gestão e Administração e Procuradoria Jurídica, e atende a um apelo dos próprios parlamentares e dos servidores. Ainda em 2023, essa demanda começou a ser trabalhada pelo então presidente Givago Ribeiro (PSDB) e teve sequência na gestão do atual mandatário, o vereador Manoel Badke (UB). O procurador jurídico, Lucas Saccol, explica que os botões já foram instalados e serão monitorados por meio de um contrato firmado com a empresa SOS Proteja. Os serviços - a um custo de R$ 2,1 mil/ano (com validade por cinco anos) - preveem a locação dos 25 botões de pânico e, ainda, os equipamentos de integração entre os sistemas de alerta operados pela Câmara. 

COMO FUNCIONA
Em caso de qualquer situação, seja de algum sinistro ou de ameaça física ou invasão a algum gabinete e/ou repartição pública, o botão de alerta será acionado pelo servidor ou vereador. Neste momento, a empresa contratada recebe a notificação em tempo real do chamado do Legislativo. A partir daí, a SOS Proteja faz um contato com os servidores do Setor de Vigilância da Casa para tomar conhecimento da situação, e, enquanto isso, um funcionário da empresa é enviado prontamente à Câmara para verificar o ocorrido. Na sequência, a SOS Proteja já aciona o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública de Santa Maria (Ciosp-SM) para dar o devido encaminhamento da ocorrência - seja, por exemplo, ao chamar a Brigada Militar, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), etc.

O procurador jurídico Lucas Saccol explica que essa é uma medida que busca aprimorar o monitoramento e o próprio controle de acesso à Casa Legislativa. Ele lembra que já estão em curso as novas regras de acesso à parte interna do Plenário da Câmara em dias de sessões plenárias. E, em breve, haverá a instalação de um sistema de controle de acesso do público, por meio de catracas, ao Palacete da Vale Machado.

O detalhamento do novo serviço ocorreu, na manhã desta quarta-feira (13), no Plenário do Legislativo com representantes da gestão da Casa e com a participação de um técnico da empresa contratada.

 

Texto e fotos: Marcelo Martins

13/03/2024

Na noite desta terça-feira (12), a Câmara de Vereadores de Santa Maria realizou Sessão Solene para a entrega da Comenda Izabel Piasentin. A agraciada foi a delegada de polícia Elizabete Shimomura. A homenagem foi entregue à delegada por todas as vereadoras presentes.  

Conforme Lei Nº 6.040/ 2016, a comenda Izabel Piasentin é destinada às personalidades e/ou às instituições que se destacarem na defesa dos Direitos da Mulher, no âmbito do Município ou fora dele. Nesse sentido, a vereadora Marina Callegaro (PT) falou sobre a trajetória profissional da homenageada. Lembrou que Elisabete atua há 20 anos na área da segurança, boa parte dedicada à proteção das mulheres. A vereadora sublinhou ainda a participação da delegada no Fórum de Enfrentamento à Violência e no Conselho Municipal da Mulher. Atualmente, a homenageada está à frente da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM Santa Maria/RS).  

A presidente do Conselho Municipal da Mulher - instituição responsável por indicar o nome da agraciada -  Maria Aparecida Brizola, fez um levantamento dos direitos das mulheres adquiridos ao longo dos anos. Informou que Elisabete foi indicada, por unanimidade, dos membros do conselho. E ressaltou que, no ano passado, Santa Maria não teve incidência de mortes cometidas em funções de gênero: “zero feminicídios em 2023”.  

A homenageada fez diversos agradecimentos à família, colegas e amigos. Rememorou o incentivo que teve dos pais para dedicar-se aos estudos, quando saiu de casa ainda muito jovem para estudar em Porto Alegre, aos 13 anos. Agradeceu também ao parlamento pela distinção recebida. “Essa distinção veio coroar meus 20 anos de delegada de polícia”.  

A Sessão Solene foi transmitida, ao vivo, pela TV Câmara. Acompanhe aqui.  

Texto: Camila Porto

Fotos: Luísa Monteiro

 

12/03/2024

Na Sessão Plenária Ordinária desta terça-feira (12), os vereadores indicaram um novo membro para compor a Comissão Especial que analisa o Projeto de Lei Complementar nº 15/2023. Além disso, os edis apreciaram duas autorizações de viagens. 

MINUTO DE SILÊNCIO: Antes do início da Ordem do Dia, o parlamento municipal realizou um minuto de silêncio em homenagem ao falecimento de Valter Rosado, ocorrido no dia 10 de março. Valter era pai do ex-servidor da Câmara Rogério Rosado. 

NOVO MEMBRO: A Comissão Especial criada para analisar o Projeto de Lei Complementar nº 15/2023, de autoria do vereador Manoel Badke, teve um de seus membros substituídos. O vereador Manoel Badke, autor da proposição e membro nato, explicou na Tribuna que teve de deixar a cadeira em função de, em 2024, ter sido eleito presidente da Câmara de Vereadores de Santa Maria. Cada bancada parlamentar manifestou o voto para a substituição. A vereadora Roberta Leitão foi eleita por seis votos a três (Helen Cabral). Dessa forma, a comissão fica constituída da seguinte forma: vereadora Roberta Leitão (presidente) vereador Valdir Oliveira (vice-presidente), vereador Getúlio Jorge de Vargas (relator).

A matéria analisada pela comissão altera o Código de Posturas do Município de Santa Maria e, de acordo com a sua justificativa, tem por objetivo permitir que a comunidade efetue a limpeza e remoção de galhos e matos das margens das estradas, quando a municipalidade não o fizer.

AUTORIZAÇÕES DE VIAGEM: 

- Os vereadores Danclar Jesus Rossato e Paulo Ricardo Siqueira solicitaram ao Plenário autorização de viagem a cidade de Porto Alegre no dia 14 de março de 2024. Conforme as justificativas dos vereadores, as viagens têm o objetivo de participar de reunião com o presidente do PSB/RS, Mário Bruck, bem como na Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul. Segundo os requerimentos, nenhuma das viagens terá ônus para o Legislativo. 

- O vereador Tubias Callil protocolou autorização de viagem a Porto Alegre no dia 14 de março de 2024. Segundo a solicitação, o vereador irá participar de reuniões no Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul e PROCERGS. Conforme o requerimento, a viagem não tem ônus para a Câmara. 

 

Texto: Camila Porto

Fotos: Luísa Monteiro

12/03/2024

Na reunião ordinária da Comissão de Constituição, Justiça, Ética e Decoro Parlamentar, desta terça-feira (12), emitiu parecer pela normal tramitação em cinco projetos de lei e distribuiu outras cinco matérias para análise dos vereadores. Além disso, três vetos do Executivo foram apreciados pela comissão.  O colegiado é presidido pelo vereador Juliano Soares, sendo integrado também pelos vereadores Helen Cabral, Coronel Vargas, Maria Rita Py Dutra, Paulo Ricardo Pedroso, Tubias Callil e Alexandre Pinzon Vargas. Na reunião de hoje, os vereadores Alexandre Vargas e Juliano Soares com justificativa de ausência.

 

PARECERES PELA NORMAL TRAMITAÇÃO:      

Projeto de Lei nº 9735/2023, de autoria do vereador Danclar Rossatto, que denomina de Praça Amigos das Crianças, a área verde localizada na Rua Profetiza Ester, esquina com a Rua Profeta Jonas, Vila Núcleo Central, Bairro Nova Santa Marta. Relatoria: vereador João Ricardo Vargas

Projeto de Lei nº 9724/2023, de autoria do vereador Valdir Oliveira, que denomina de “Travessa Antônio Carlos Silva" o logradouro público localizado no trecho de 127metros a sudoeste da esquina entre a rua "Doutor Luiz Mallo" e a rua "Borges do Canto", projetado inicialmente como trecho integrante da AV. Itaimbé. Relatoria: vereadora Helen Cabral;

Projeto de Lei nº 9721/2023, de autoria da vereadora  Luci Duartes, que inclui no Calendário Oficial de Eventos do Município de Santa Maria o “Festival de Músicas Carnavalescas e MPB” a ser comemorado anualmente na última quinta-feira do mês de novembro. Relatoria: vereadora Maria Rita Py Dutra;

Projeto de Lei nº 9752/2024, de autoria do vereador João Ricardo Vargas, que institui a Semana Municipal da Segurança Pública e Defesa Social no Município de Santa Maria, e dá outras providências. Relatoria: vereador Paulo Ricardo Pedroso;

 Projeto de Lei nº 9750/2024, de autoria da vereadora Helen Cabral, que inclui no Calendário de Eventos Oficiais do Município o "CRUZEIRO DE LUZ - Encontro de Quimbandeiros de Santa Maria/RS". Relatoria: vereadora Maria Rita Py Dutra.

 

VETOS Na última reunião ordinária, o vereador Alexandre Pinzon Vargas havia pedido vistas aos pareceres, os quais retornaram hoje para análise do colegiado. Após essa análise da CCJ, a apreciação dos vetos será feita em discussão única e votação em Sessão Ordinária.

Veto do Executivo ao Projeto de Lei nº 9647, de autoria da vereadora Roberta Leitão, que visa conceder às gestantes vítimas de abuso sexual a equiparação às gestantes de risco para fins de realização de ultrassonografias durante o período gestacional. Relatora: vereadora Maria Rita Py Dutra pela manutenção do veto. Os demais vereadores presentes acompanharam a relatora;

Veto do Executivo ao Projeto de Lei nº 9702/2023, de autoria do vereador Tony Oliveira, que dispõe sobre a reserva de espaço para mulheres e crianças no transporte coletivo público no município de Santa Maria e dá outras providências. Relator: vereador Coronel Vargas pela derrubada do veto. Os demais vereadores presentes acompanharam o relator, com exceção da vereadora Maria Rita Py Dutra;

Veto do Executivo ao Projeto de Lei nº 9648, de autoria da vereadora Roberta Leitão, que dispõe sobre a obrigatoriedade de afixação, no âmbito do Município de Santa Maria, de cartazes educativos sobre os procedimentos de aborto nas unidades hospitalares. Relatora: vereadora Helen Cabral pela manutenção do veto. Os demais vereadores presentes acompanharam a relatora.

 

PROJETOS DISTRIBUÍDOS:

Projeto de Lei nº 9736/2023, de autoria do vereador  Valdir Oliveira, que  institui no Calendário de Eventos Oficiais do Município de Santa Maria a Romaria de Nossa Senhora Aparecida que ocorre no dia 12 de outubro de cada Ano. Relator: vereador Tubias Callil;

Projeto de Lei nº 9755/2024, de autoria do vereador Adelar Vargas, que institui o Programa Alimentando Vidas na Causa Animal no âmbito do Município de Santa Maria. Relatora: vereadora Helen Cabral

Projeto de Resolução Legislativa nº 02/2024, de autoria da Mesa Diretora, que autoriza o Poder Legislativo a abrir crédito adicional do tipo suplementar no orçamento do exercício de 2024, no valor de R$ 130.000,00. Relator: vereador Tubias Callil, 

Projeto de Resolução Legislativa nº 03/2024, de autoria da Mesa Diretora, que altera dispositivos da Resolução Legislativa nº 18, de 18 de dezembro de 2023. Conforme a justificativa, a finalidade adequar o texto normativo que criou a Escola do Legislativo para, com isso, prever a existência de um substituto(a) legal para o(a) Presidente e, também, outorgar a Direção  dos trabalhos  para  a Secretaria  Legislativa,  repartição com maior pertinência temática. Relator: vereadora Maria Rita Py Dutra;

Projeto de Resolução Legislativa nº 04/2024, de autoria da Mesa Diretora, que regulamenta e disciplina a utilização e controle dos 
veículos de transporte oficial pertencentes a frota do Poder Legislativo de Santa Maria e dá outras providência. Relator: vereador Paulo Ricardo Pedroso.

 As reuniões ordinárias da CCJ acontecem nas terças-feiras, às 14h.

 

Texto: Clarissa Lovatto

Fotos: Luã Santos

12/03/2024

Na última segunda-feira (11), a Câmara de Vereadores de Santa Maria promoveu audiência pública para debater sobre o Projeto de Lei Complementar Nº 13/2023, o qual regulamenta a utilização de containers e outros coletores de resíduos no município de Santa Maria. Estavam presentes os vereadores que fazem parte da Comissão Especial e analisam o Projeto de Lei - Tubias Callil (MDB), presidente; Valdir Oliveira (PT), vice-presidente, e, ainda, o representante da Secretaria de Município e Meio Ambiente, Juarez Piccini. O relator do projeto, Alexandre Vargas (Republicanos), estava ausente por motivo de viagem autorizada. A partir da data da audiência, a sociedade e os vereadores têm 15 dias para sugerir alterações na legislação. 

O vereador Tubias Callil, proponente do Projeto de Lei Complementar, comenta que a alteração na lei prevê um regramento das caçambas - os conhecidos tele-entulhos -, assim como nos contêineres da coleta de lixo das residências. Ainda, conforme o vereador, a partir da aprovação desta lei, esses equipamentos vão ter que ficar a 25 metros de distância das esquinas e em locais estratégicos, ou seja, fora das calçadas e distante da entrada das garagens. O mesmo vale tanto para as caçambas estacionárias de entulhos quanto para os containers de coleta de lixo. 

Juarez Piccini, representante da Prefeitura de Santa Maria, salienta que este é um Projeto de Lei que “vem ajudar muito na regularização e disposição das caçambas e contêineres de lixo, dado que isto é regulamento por decreto”. Piccini completa que, caso seja aprovado na Câmara de Vereadores, este projeto passará a ser lei.

 

SUGESTÕES 
Fábio Pacheco Menezes, proprietário de uma empresa de caçambas aqui em Santa Maria, salienta que a administração de resíduos pode sempre ser melhorada. “Propus a questão de deixar bem definida o gerenciamento que é para caçambas de entulhos e o que é para contêineres de coleta de lixo”, destaca Menezes. O empresário ressalta que a normatização deste assunto acarretará em facilidades aos usuários e aos gestores em relação à administração de caçambas e contêineres. Ademais, salientou que sua empresa tem buscado essa adequação, bem como se propõe atualizar em relação às novas normas, caso o Projeto de Lei seja aprovado. Sobre o que já está sendo previsto, Menezes informa que panfletos estão sendo planejados com o intuito de informar os usuários destes serviços. 

 

SOBRE A LEI 

Seis novos artigos (62-A, 62-B, 62-C e 62-D) foram inseridos à Lei Complementar nº 092, de 24 de fevereiro de 2012, que "Dispõe sobre o Código de Posturas do Município de Santa Maria”. O Projeto de Lei Complementar pode ser conferido na íntegra no site da Câmara.

A audiência foi transmitida, ao vivo, pela TV Câmara. Acompanhe aqui


Texto: Estagiário de jornalismo Gustavo Nuh

Fotos: Luísa Leivas

12/03/2024

Atendendo ao convite da Comissão de Orçamento e Finanças (COF), a secretária municipal de Finanças, Michele Antonello, acompanhada da auditora fiscal Silvia Gering, participou da reunião ordinária do colegiado, na manhã desta terça-feira (12), para explicar a respeito da cobrança da taxa de coleta de lixo dos boxes de garagem. Tal demanda foi suscitada por um cidadão que encaminhou manifestação à Ouvidoria Parlamentar, questionado o fato de o município cobrar a taxa de coleta de lixo de duas matrículas (apartamento e  box de garagem). 

Segundo os esclarecimentos da titular da pasta, a taxa de coleta de lixo é cobrada conforme a zona territorial e os dias de coleta. De acordo com o levantamento da secretaria de Finanças, em 2024, os boxes representam 13% do valor da taxa de coleta de lixo, chegando ao valor de aproximadamente R$ 2 milhões e 300 mil. 

Ainda, durante a reunião da COF, a secretária informou que há decisões judiciais ratificando a legalidade da cobrança. Nesse sentido, Michele Antonello compartilhou um acórdão do Tribunal de Justiça do Rio de Grande do Sul, de 2013, após análise de apelação de uma cidadã santa-mariense a qual alegava estar pagando em duplicidade a taxa semanal de lixo residencial, já que o Município cobrava pelas matrículas do imóvel e do box. Conforme a decisão judicial, o serviço de coleta de lixo é classificado como serviço público específico e divisível, já que tem utilização particular e mensurável para cada destinatário sendo cobrável inclusive em razão de ter sido simplesmente posto à disposição do usuário. Ainda, segundo o julgado, a taxa é cobrada, de forma compulsória, mesmo sobre terrenos baldios e, por isso, com mais razão também deve incidir sobre box de garagem. 

A Comissão de Finanças é formada pelos vereadores Pablo Pacheco (presidente), Maria Rita Py Dutra, Givago Ribeiro, Coronel Vargas e Adelar Vargas. As reuniões ordinárias da COF são realizadas nas terças-feiras, às 08h, na sala de reuniões da Câmara.

 

Texto: Clarissa Lovatto
Fotos: Gustavo Nuh

08/03/2024

A Comissão Especial da Corsan debateu a situação do esgotamento do bairro Camobi, região leste de Santa Maria. O tema foi tratado com a participação dos parlamentares que integram o colegiado - Anita Costa Beber (PP), presidente; Adelar Vargas, o Bolinha (MDB), vice-presidente; e Tony Oliveira (Podemos), relator -, e, ainda, contou com a equipe técnica da Corsan. A reunião pública ocorreu, na última sexta-feira (8), no CTG Sentinela da Querência.

A gestora da unidade de saneamento de Santa Maria da Corsan, Andreia Zanini, e o superintendente da companhia, José Epstein, responderam a diversos questionamentos da população: vistorias, conexões e ligações intradomiciliares, recuperação das ruas, tarifas, entre outros.

Os vereadores cobraram uma “pronta resposta” da Corsan frente às demandas e dúvidas que surjam dos moradores do bairro Camobi frente à ligação dos móveis à rede de esgoto. Ficou encaminhado que, a cada 15 dias, haverá uma periodização do andamento dessas questões por parte da companhia. Desta forma, a comissão especial ficará encarregada de manter a Corsan a par das questões do bairro.

As dúvidas dos moradores, sobretudo, se deram quanto à etapa final de ligação das moradias à rede da Corsan. 

São, ao todo, 10,7 mil imóveis que, juntos, somam 43 mil moradores.

A presidente do colegiado, Anita, e os colegas Adelar e Tony cobraram por mais agilidade e explicações em tempo hábil à população.

Também estiveram presentes o presidente do Legislativo, Manoel Badke (UB), e o vice-presidente, Pablo Pacheco (PP).

OBRAS

A obra do esgoto de Camobi levou 10 anos para ser concluída. Iniciada em 2013, os serviços foram concluídos em 2023. Neste período, foram duas longas paralisações. Após 100% do término, e com um investimento de R$ 117 milhões, foram instalados 77km de tubulação de canos pelas ruas da região leste da cidade, recuperação das ruas, a instalação de estações de bombeamento e a construção de uma tubulação pressurizada (emissário) para levar o esgoto de Camobi até a estação de tratamento, no Bairro Lorenzi.

SERVIÇO

Epstein e Andreia explicaram que, após receber a notificação da ligação da rede, o morador tem 120 dias para fazer a ligação, sendo que os custos são de responsabilidade de cada cliente. Após realizada, o usuário deve comunicar a Corsan pelo aplicativo, também pelo whatsapp  (51) 99704-6644, ou pelo 0800 646 6444 e solicitar a vistoria de ligação dentro do domicílio.

Texto: Marcelo Martins

Foto: Bruno Tesch (colaboração)

08/03/2024

A Câmara de Vereadores de Santa Maria esteve presente, nesta sexta-feira (8), na abertura da 29ª edição do Rodeio Internacional do Conesul, que segue até o próximo domingo, na Estância do Minuano. Com mais de 1,1 mil inscritos e 216 equipes participantes, a atividade iniciou ainda na década de 1990. De lá para cá, figura entre os maiores rodeios do Rio Grande do Sul e conta, a cada ano, com a adesão de homens e mulheres das mais variadas partes do Estado e de países vizinhos.

O presidente do Legislativo, Manoel Badke (UB), destacou a importância do evento, já consolidado no calendário oficial do município, como sendo “uma marca registrada de Santa Maria”. Verônica de David Antonio, vice-presidente do Conselho Administrativo da Estância do Minuano, projeta que, durante os quatro dias de realização do evento, mais de 40 mil pessoas passem pelos pavilhões.

Ao contar com o apoio da prefeitura, são mais de 50 estandes dos mais diversos municípios da região. Além disso, o evento deve injetar à economia de Santa Maria mais de R$ 3 milhões junto às redes de serviços, da gastronômica e da hotelaria. O rodeio deve ainda distribuir mais de R$ 100 mil em prêmios.

Também estiveram presentes os vereadores Givago Ribeiro, Juliano Soares, o Juba, ambos do PSDB; Pablo Pacheco (PP) e Tubias Callil (MDB).

 

Texto: Marcelo Martins
Fotos: Gabriel Haesbaert/CMVSM

07/03/2024

Na Ordem do Dia da Sessão Plenária Ordinária desta quinta-feira (7), os parlamentares aprovaram três projetos, a inserção de artigo nos anais do Legislativo, a autorização de viagem de três vereadores, entre outros temas. Na sessão, também aconteceu Expediente Nobre em homenagem às mulheres.

Projetos Aprovados

O primeiro projeto aprovado institui e inclui no calendário de eventos oficiais do município a procissão em homenagem a São Jorge Guerreiro "Ogum" e é de autoria do vereador Rudys Rodrigues (MDB). O autor da matéria disse ter muito orgulho em ser o proponente desta matéria. “Um evento que carrega consigo uma história linda de fé”. Fez um breve histórico da procissão do Pai Ogum, ocorrida no Bairro Tancredo Neves, e que se iniciou há aproximadamente 20 anos. Por 17 votos favoráveis e nenhum voto contrário, a proposição foi aprovada.

A segunda proposição cria o programa municipal “Não ao racismo” nas escolas públicas do município. O vereador Paulo Ricardo Pedroso (PSB) é o autor desta matéria. O proponente disse que o programa é um incentivador para o combate ao racismo por meio de campanhas educativas. “Vivemos em um mundo diverso. O racismo é uma sombra que obscurece essa diversidade”. Por fim, defendeu que o racismo deve ser enfrentado desde a sua raiz. A matéria foi aprovada pela unanimidade dos presentes (16 a 0).

A terceira matéria aprovada denomina Santa Maria como “Cidade do Xis” e, ainda, insere no calendário oficial de eventos do município o Festival do Xis, que é realizado, anualmente, na segunda quinzena de novembro. Esse projeto é de autoria do vereador Givago Ribeiro (PSDB). O proponente afirmou que o Xis é o lanche tradicional do município. “Santa Maria se destaca. Santa Maria tem um agregado na sua cultura gastronômica que é o Xis”. O parlamentar resgatou que, no ano passado, a prefeitura promoveu o Festival do Xis e que, na opinião dele, “foi um sucesso”. O edil declara que, por esses motivos, está propondo esta legislação. Por 15 votos a zero, a proposição foi aprovada.

Inserção nos Anais

A inserção nos anais da Casa do artigo veiculado no jornal Diário de Santa Maria intitulado “A memória de Dom Ivo nem o tempo consegue apagar”, proposta pelo vereador Valdir Oliveira (PT), de autoria de Thiago Alves Torres, foi aprovada pelos parlamentares por unanimidade (16 a 0).

Autorização de Viagem

Em discussão única e votação, a solicitação de autorização de viagem dos vereadores Adelar Vargas, o Bolinha (MDB), Alexandre Pinzon Vargas (Republicanos) e Anita Costa Beber (Progressistas) para a capital gaúcha, entre os dias 10 e 13 de março, foi aprovada. A viagem foi autorizada por 16 votos favoráveis e nenhum voto contrário.

Expediente Nobre

No Expediente Nobre, a vereadora Maria Rita Py Dutra (PC do B) fez uma homenagem ao Dia Internacional das Mulheres, celebrado na próxima sexta-feira (8). Em sua explanação, a parlamentar destacou a necessidade de união no combate ao preconceito por gênero. “Nós estamos, aqui, unificando as lutas, seguindo as pegadas e os que nos antecederam”, citando Olga Benário, assassinada durante a 2ª Guerra Mundial, pelo governo alemão, Jussara Cony, ex-deputada estadual, entre outras. Logo após, a parlamentar lembrou um pouco da tragédia, ocorrida em Nova Iorque, EUA, em que 129 mulheres foram mortas por reivindicarem melhores condições de trabalho. Por fim, defendeu a união para a construção de uma sociedade pacífica, em que as mulheres não sejam mais vítimas de violência.

A enfermeira e integrante do Fórum de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, Laura Ferreira Cortez, também ocupou a tribuna durante o Expediente Nobre e destacou a desigualdade de gênero na ocupação dos espaços de poder na política e solicitou uma salva de palmas às seis vereadoras do Parlamento Santa-mariense. “Só por estarem aqui, essas vereadoras estão de parabéns, porque somos minoria na política”. Destacou um pouco do trabalho desenvolvido pelo Fórum de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher. Ressaltou a violência sofrida pelas mulheres e que ceifam as vidas destas, todos os anos, e afirmou que as mulheres precisam de respeito. Finalizou dizendo que o dia oito de março é uma data de luta por uma sociedade mais justa.

Texto: Mateus Azevedo

Foto: Luã Santos e Gustavo Nuh

 

07/03/2024

Na reunião ordinária desta quinta-feira (07), a Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Lazer(CECEL) recebeu a secretária municipal de Educação (Smed), Lúcia Madruga, para esclarecer dúvidas suscitadas a respeito da implementação da hora atividade e do déficit de estagiários e monitores na rede municipal de ensino. 

Em relação às horas atividades, a secretária explicou que o processo é transitório e gradual e, neste cenário, cada escola estuda a nova matriz curricular e implementa o que é possível. “Santa Maria já passaram várias gestões que não conseguiram efetivar a hora-atividade. Então, por isso, alguns professores têm essa reclamação. Nosso principal problema está na educação infantil porque nos anos finais se conseguiu atingir os 20%”, pontuou a titular da secretaria. 

No tocante à falta de monitores, a titular da pasta fez um panorama da situação, relatando que, em 2023, o Ministério Público do Trabalho solicitou a retirada dos estagiários de 16 anos. Essa medida teria provocado uma redução considerável no número de pessoas disponíveis para realizar estágio. Para resolver a situação e atrair mais interessados, a prefeitura ampliou o valor da bolsa-auxílio e fez abertura de chamamento do banco de estagiários. Em relação aos monitores de educação especial, Lúcia Madruga informou que o município está trabalhando em parcerias com instituições do sistema “S” (organização de entidades corporativas) para resolver a demanda na área. 

A CECEL é integrada pelos vereadores Danclar Rossato (presidente), Givago Ribeiro (vice-presidente), Luci Duartes, Pablo Pacheco, Helen Cabral, Juliano Soares e Valdir Oliveira. Todas as quintas-feiras, às 14h, no Plenarinho da Câmara, são realizadas as reuniões ordinárias.

 

Texto: Clarissa Lovatto

Foto: Luã Santos 

 

07/03/2024

No final da manhã desta quinta-feira (07), na Sala de Reuniões Lauro Machado, a Comissão Especial para Acompanhar as Obras da Travessia Urbana de Santa Maria realizou a primeira reunião ordinária. Na pauta, os vereadores definiram as próximas ações.

Ficou deliberado que a comissão fará visitas a vários pontos da travessia urbana, como a Passarela da Vila São João com a Vila Caramelo, por exemplo. Esta visitação está agendada para ocorrer na próxima terça-feira (12), a partir das 10h30. Posteriormente a esta agenda, os parlamentares desejam realizar uma reunião na sede do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Denit), em Santa Maria, com técnicos da instituição.

Participaram da reunião os vereadores Valdir Oliveira (PT), presidente do colegiado, e Givago Ribeiro (PSDB), relator. O vice-presidente, vereador Tubias Callil (MDB), estava em viagem e, por esse motivo, não participou do encontro.

Texto: Mateus Azevedo

Foto: Luísa Monteiro

07/03/2024

A Comissão de Políticas Públicas, Assuntos Regionais e Distritais realizou reunião ordinária e recebeu um grupo de moradores da Rua Francisco Mariano da Rocha, centro, na manhã desta quinta-feira (07), no Plenarinho da Câmara de Vereadores de Santa Maria. 

Os moradores reclamam das más condições de uma casa abandonada, próxima aos edifícios onde residem. E que o imóvel, depois de ter sofrido com um sinistro (incêndio), está com sua estrutura fragilizada e pode desmoronar a qualquer momento, além de ser um espaço de procriação de mosquitos e outros animais. Foi denunciado também que o local serviria de esconderijo para criminosos que praticam furtos e outros delitos. Esse tema já havia sido debatido por este colegiado em reunião ocorrida em 29 de fevereiro deste ano https://camara-sm.rs.gov.br/noticias/detalhes/11699/comissao-politicas-publicas-debate-inumeras-pautas-em-reuniao-ordinaria.

O morador Roberto Albrecht Garbeiro relatou que a situação era ruim e que, agora, está caótica. Denunciou que o local é um criadouro de mosquito transmissor da Dengue, o Aedes Aegypti, da Doença de Chagas, o Barbeiro, entre outros. Disse também que parte do prédio irá desmoronar, podendo causar uma tragédia. “É questão de tempo para acontecer uma desgraça”.

 O servidor público federal, Elisandro Machado, que também reside nas proximidades do imóvel abandonado, informou que já fez uma denúncia desta situação ao Ministério Público Federal e que esta já teria sido encaminhada ao Ministério Público Estadual. O servidor reivindica que a prefeitura exerça seu poder de polícia, baseado no artigo 78 do Código Tributário Federal, e faça a demolição do imóvel, limpeza do local e, após isso, cobrança as despesas do proprietário judicialmente.

Deliberação

O colegiado deliberou convidar, para a próxima quinta-feira (14), o procurador do município, Guilherme Cortez, representantes do Setor de Fiscalização do Poder Executivo, da Secretaria de Município de Licenciamento e Desburocratização, da Polícia Civil e da Brigada Militar para tentar encontrar uma alternativa célere para resolver esse problema. “O que estiver ao nosso alcance, nós vamos fazer o possível para resolver esse problema”, declarou o presidente da comissão, vereador Admar Pozzobom (PSDB).

Participaram da reunião os parlamentares Admar Pozzobom, presidente, Adelar Vargas, o Bolinha, (MDB), vice-presidente, Alexandre Pinzon Vargas (Republicanos), Delegado Getúlio (Republicanos), Roberta Leitão (Progressistas) e Rudys Rodrigues (MDB). Já a vereadora Anita Costa Beber (PP) estava de atestado médico, conforme a sua assessoria.

 

Texto: Mateus Azevedo

Foto: Luísa Monteiro

06/03/2024

A Sessão Plenária Ordinária desta quinta-feira (7) prevê, na Ordem do Dia, em discussão única e votação a inserção nos anais da Casa de artigo veiculado no jornal Diário de Santa Maria. A solicitação é do vereador Valdir Oliveira (PT) e requer a inclusão do texto intitulado “A memória de Dom Ivo nem o tempo consegue apagar”, de autoria de Thiago Alves Torres. Também em discussão única e votação está o pedido de autorização de viagem dos vereadores Adelar Vargas, o Bolinha (MDB), Alexandre Pinzon Vargas (Republicanos) e Anita Costa Beber (PP) para a capital gaúcha entre os dias 10 e 13 deste mês.

Já em segunda discussão e votação, pelos parlamentares, estarão outros três projetos de lei (PLs). O primeiro, de autoria do vereador Rudys Rodrigues (MDB), institui e inclui, no calendário de eventos oficiais do município, a procissão em homenagem a São Jorge Guerreiro "Ogum". Já a segunda matéria, proposta pelo parlamentar Paulo Ricardo Pedroso (PSB), cria o programa municipal “Não ao racismo” nas escolas públicas do município; e, por fim, também irá à apreciação a matéria que denomina Santa Maria como “Cidade do Xis” e, ainda, insere no calendário oficial de eventos do município o Festival do Xis, que é realizado, anualmente, na segunda quinzena de novembro, de autoria do vereador Givago Ribeiro (PSDB).

No espaço do Expediente Nobre, a vereadora Maria Rita Py Dutra (PC do B) fará uma homenagem ao Dia Internacional das Mulheres, a ser celebrado na próxima sexta-feira (8).

 

Texto: Marcelo Martins

Card: Luísa Monteiro

06/03/2024

A Comissão Especial da Corsan realizará, na próxima sexta-feira (8), uma reunião pública para tratar das demandas referentes ao saneamento (questão do esgotamento) do Bairro Camobi e de parte da região leste de Santa Maria. A atividade será no CTG Sentinela da Querência, Rua Silvino Jacob Zimmermann, nº 115, em Camobi, a partir das 18h.

Além dos parlamentares da própria comissão - Anita Costa Beber (PP), que é a presidente do colegiado; Adelar Vargas (MDB), que ocupa a vice-presidência; e Tony Oliveira (Podemos), a relatoria -, o presidente da Casa, Manoel Badke (UB), acompanhará a reunião. Também está prevista a participação do superintendente da Corsan, José Epstein.

 

Texto: Marcelo Martins
Arte: Luísa Monteiro

06/03/2024

A Câmara de Vereadores de Santa Maria esteve presente, nesta quarta-feira (6), na inauguração da Rádio Verde Oliva, emissora integrante do Exército Brasileiro (EB). O presidente do Legislativo, Manoel Badke (UB), representou o Parlamento no ato que marcou a oficialização das atividades que opera na frequência 90.5 FM e que leva o slogan “Sinal verde para a boa música”.

“É, sem dúvida alguma, uma conquista à sociedade santa-mariense que, agora, vai contar com mais uma rádio informativa e com boas músicas. Santa Maria aguardava por isso há muito tempo”, avaliou o presidente da Casa.

O comandante da 3ª Divisão do Exército (3ª DE), o general de Divisão Paulo Roberto Rodrigues Pimentel avaliou a inauguração da rádio em solo santa-mariense como um marco e, principalmente, um reconhecimento à representatividade numérica e estratégica de Santa Maria no contexto da defesa nacional.

“Santa Maria é, por tudo que sabemos, um polo militar estratégico e imprescindível ao Exército Brasileiro. Hoje, essa situação (inauguração da Rádio Verde Oliva) demarca isso como um ato que coroa a grandiosidade do município no contexto da defesa nacional”, pontuou o comandante.

5ª DO PAÍS
A Rádio Verde Oliva, que já operava em caráter experimental desde fevereiro deste ano, é a quinta emissora do Exército e está localizada nas instalações do quartel-general (QG) da 6ª Brigada de Infantaria Blindada. Integrada ao Centro de Comunicação Social do Exército (CComSEx), a operacionalização dela se dá por meio do Comando da 3ª Divisão de Exército (3ª DE). A programação observa a promoção de valores cívicos e culturais do país com música de qualidade, notícias nacionais, internacionais e militares, utilidade pública e variedades.

A Rádio Verde Oliva Santa Maria é a quinta emissora do Sistema Verde Oliva no país, que já conta com rádios em Brasília (DF), Manaus (AM), Três Corações (MG) e Resende (RJ). Todas têm conquistado seu espaço na audiência das regiões que abrangem. A viabilidade dela foi em decorrência à parceria bem-sucedida entre o Comando do Exército, por meio do CComSEx, e a Fundação Cultural Exército Brasileiro (FUNCEB), com o apoio da Fundação Habitacional do Exército (FHE/POUPEX).

 

Texto: Marcelo Martins (com informações da Comunicação Social da 3ª DE)
Fotos: Gustavo Nuh
 

Página 5 de 394


Links Úteis

Dúvidas, reclamação ou sugestão?

Entre em contato!
Ajude a Melhorar Nossos Serviços Ajude a Melhorar Nossos Serviços